Olá amigos!

Quando começamos a estudar sobre produtividade, aprendemos muitas informações sobre como ser mais eficaz e mais eficiente. Uma das ideias mais importantes, em minha opinião, nesta área de estudo é sobre prioridades.

Etimologicamente, prioridade vem do latim Primus, que significava antes ou à frente. Em grego, a palavra Prin tinha igual sentido. A palavra “a priori”, então, possui a mesma etimologia da palavra prioridade.

De fato, prioridade significa o que deve vir antes, o que deve vir à frente. Olhando o nosso dia a dia de uma maneira distanciada veremos que é muito simples entender o que é mais importante e o que deve ser feito primeiro. Porém, é simples na teoria e não na pratica.

Se avaliarmos o que fizemos em uma semana poderemos vir a nos surpreender com os parcos resultados de tantos esforços. Mesmo que saibamos que isto deve vir antes daquilo podemos vir a protelar o que é prioridade para fazer algo totalmente sem importância.

Neste texto, vou procurar dar algumas dicas simples mas muito eficazes que vão te ajudar a manter suas prioridades.

1) O que é prioridade para você?

Em primeiro lugar é fundamental estabelecer o que é prioridade para cada um. Dependendo da sua idade, atividade principal (estudo ou trabalho) e rotina você poderá em pouco tempo definir o que é prioridade para ti.

Uma dúvida comum é quanto a ter várias prioridades. Se você não tem problemas para definir algumas prioridades porque já consegue pensar em uma infinidade delas, então, você acaba caindo no extremo oposto. Ter centenas de prioridades é não ter prioridade alguma.

Procure definir uma única coisa. Uma única coisa que deve ser feita para chegar ao seu objetivo.

Se preferir você pode pensar por áreas. Uma única coisa para fazer hoje para:

– Trabalho

– Casa

– Estudo

– Relacionamentos

– Espiritualidade

– etc.

Talvez dessa forma fique mais fácil para você visualizar o que é mais importante ser feito em cada uma das principais áreas.

Leia também – Você ter quer ter sucesso? Descubra a sua única coisa

2) Esqueça do que vem depois

Tendo estabelecido a única coisa a ser feita em cada área, o próximo passo é esquecer do resto. Focar na prioridade significa focar no que vem antes e esquecer o que vem depois.

Este segundo passo nos ajuda a deixar de lado a “síndrome do muita coisa para fazer” e a entrar no estado de fluxo. Fazer uma coisa só é só uma coisa, com atenção e concentração, acelera o processo como um todo e aumenta em muito a produtividade.

Veja também – Aumente sua produtividade com o sistema de Waren Buffet – o 2° homem mais rico do mundo

3) Estabeleça horários

Para uma prioridade específica – que seja cotidiana ou repetitiva – você pode estabelecer um horário e ser pontual. Toda manhã, as 06:00, correr meia hora, por exemplo.

É o mesmo princípio de ir até uma comunidade religiosa aos domingos. Com horários fixos, vamos estar fazendo o que deve ser feito, e esquecendo naquele horário todas as outras coisas (que até podem ser importantes também).

Saiba mais sobre – O poder do hábito

4) Estabeleça um local

Ter um local também nos ajuda a ir cumprindo os nossos deveres. Eu descobri que quando estou realizando o que é prioritário, tenho que ter um local próprio. Em qual sentido? Para que eu possa fazer bem feito e com agilidade tenho que ter um local em que não seja interrompido.

Se eu começo a escrever este texto e sou interrompido, levarei muito mais tempo para concluí-lo. Porém, ser interrompido por outras pessoas é fácil de observar. Temos que levar em conta a possibilidade de sermos distraídos por outros estímulos como mensagens no celulares, avisos de emails e redes sociais, ligações, etc.

Portanto, recomendo deixar no silencioso ou até desligar o que quer que possa distrair.

5) Entenda e lembre-se sempre do motivo

Não é difícil observar a relação entre motivo e motivação. Uma pessoa motivada tem um motivo, uma razão, um porque para estar motivada.

Assim, alguém pode ter muita dificuldade para levantar cedo para ir trabalhar ou ir na escola. Contudo, se for para levantar para ir na praia, levanta facilmente, sem precisar de despertador.

A motivação vem de um motivo.

Quando vamos estabelecendo as nossas prioridades, temos que nos lembrar frequentemente dos motivos para estarmos com aquelas prioridades.

Em algumas áreas é fácil de ver. Por exemplo, a prioridade pode ser ajudar uma pessoa da família, na área de relacionamentos. É fácil de entender o porque de fazer isso (ajudar) e não outra coisa por causa do amor.

Para outras áreas, notadamente o trabalho e estudo, nem sempre o porquê fica claro. Para superar é só pensar a razão no longo prazo. O que obterei no longo prazo se continuar fazendo isso?

Veja – Automotivação – Comece pelo porquê

Conclusão

Em inglês, existe uma expressão que eu gosto muito que é: First thing in the morning. A primeira coisa (a ser feita) pela manhã.

Ter prioridades é isso. A primeira coisa. Não precisa ser pela manhã. Pode ser a tarde, a noite ou de madrugada. Mas é a primeira coisa a ser feita. Como se diz, o dever depois o prazer.

Um hábito, conforme já vimos aqui, é construído por uma dica de como e quando começar (tempo, espaço), da certeza do que deve ser feito (prioridade) e uma recompensa (algo positivo depois do esforço depreendido).

Dúvidas, sugestões, deixe seu comentário abaixo!

Psicólogo Clínico e Online (CRP 06/145929), Mestre (UFSJ), Doutor (UFJF), Instrutor de Mindfulness e Pós-Doutorando (Unifesp), Coach e Presidente do Instituto Felipe de Souza. Como Professor no site Psicologia MSN venho ministrando dezenas de Cursos de Psicologia, através de textos e Vídeos em HD. Faça como centenas de alunos e aprenda psicologia através de Cursos em Vídeo e Ebooks! Loja de Vídeos e Ebooks. Você pode também agendar uma sessão de Coaching Online via Skype, Relacionamentos ou Carreira (faculdade), fazer o Programa de 8 Semanas de Mindfulness Online e Orientação Profissional Online. E não se esqueça de se inscrever em nosso Canal no Youtube! Email - [email protected] - Agendar - Whatsapp (11) 9 8415-6913