Veja a lista completa com os melhores livros para estudar a neurociência, todos eles de fácil compreensão. 

Olá amigos!

A neurociência é uma área relativamente nova que estuda o cérebro e o sistema nervoso. Muitas pessoas desejam saber mais sobre esta fascinante área de estudos e, então, frequentemente recebo emails e comentários sobre quais seriam os melhores livros de neurociência para começar a estudar.

Abaixo, listo os livros que considero fundamentais para um primeiro contato. Evidentemente, a produção na área é incessante e a toda hora vemos novos publicações surgirem, desde livros básicos a livros muito avançados, para especialistas.

Conheça também o nosso Curso de Neurociências Grátis

O nosso objetivo aqui é indicar o começo, ou seja, por onde começar, ok?

Melhores livros de neurociências para começar a estudar

A Fórmula da Felicidade, de Stefan Klein

Como as recentes descobertas das neurociências podem ajudar você a produzir emoções positivas, harmonia e bem-estar. 

imagem.aspx

Klein realizou um trabalho pioneiro ao reunir esses valiosos conhecimentos que até agora estavam dispersos em documentos de difícil acesso e até inéditos. A parte desta leitura inteligente, bem-humorada e de fácil compreensão, temos a oportunidade de desvendar um mundo fascinante de informações sobre como o funcionamento do cérebro determina as nossas relações diante dos acontecimentos e dar um passo fundamental em direção à verdadeira felicidade.

Neurociências, Desvendando o Sistema Nervoso, de Autor: Mark F. Bear; Barry W. Connors; Michael A. Paradiso

fotoGrande_2422

Escrito especificamente para estudantes de graduação, Neurociências, 3ª edição, tem por objetivo estimular o pensamento crítico. Os livros-texto típicos de neurociências partem do pressuposto de que seus leitores já possuem amplo conhecimento prévio de biologia, química e física, enquanto os textos de fisiologia psicológica geralmente são mais superficiais quando cobrem a neurobiologia necessária para entendimento das funções do encéfalo. Neurociências: desvendando o sistema nervoso equilibra perfeitamente esses aspectos, com um estilo de redação claro e leve que facilita a compreensão e a fixação até mesmo dos mais difíceis princípios neurobiológicos.

Princípios de Neurociências, de Eric Kandel; James Schwartz; Thomas M. Jessell; Steven Siegelbaum; A.J. Hudspeth

20140709105322_KANDEL_Principios_Neurociencias_5ed_M

Decifrar a relação entre o encéfalo e o comportamento humano sempre foi um dos maiores desafios da ciência. Escrito por importantes pesquisadores da área, incluindo Eric R. Kandel, vencedor do Prêmio Nobel em 2000, este clássico absoluto apresenta uma visão atualizada da disciplina de neurociências, refletindo a pesquisa mais recente que transformou o conhecimento na última década.

Cem Bilhões de Neurônios – Conceitos Fundamentais de Neurociência, de Roberto Lent 

5119ZCF-8CL._

Dentro das Ciências Biomédicas, o termo Neurociência é relativamente recente. O seu emprego atual, adotado neste livro, corresponde à necessidade de integrar as contribuições das diversas áreas da pesquisa científica e das ciências clínicas para a compreensão do funcionamento do sistema nervoso. Os atuais estudiosos do seu órgão máximo, o cérebro, por exemplo, sabem que para compreendê-lo há que derrubar as barreiras das disciplinas tradicionais, a neuroanatomia, a neurofisiologia, a neurologia, a psicologia, para mencionar apenas algumas das divisões que foram sendo criadas, em grande parte, para caracterizar os métodos de estudo.

Essa tendência fica muito evidente nas obras científicas recentes, que tratam das funções mais complexas desse órgão, como as emoções e a consciência, nas quais seus autores sentem a necessidade de apoiar os principais conceitos em evidências provenientes de diversas áreas. Com esse mesmo espírito, o Professor Roberto Lent adotou o conceito de Neurociência p ara este livro-texto, Cem Bilhões de Neurônios, dirigido ao aprendizado do sistema nervoso em nível de graduação. No conteúdo de seus capítulos, o leitor irá verificar a preocupação que o autor teve para com a aplicação do princípio da multidisciplinaridade do tema, entendendo-se como tal não a mera descrição de informações provenientes de diversas disciplinas, mas a cuidadosa tessitura de dados que se inter-relacionam para permitir que o conhecimento brote.

O Cérebro Que Se Transforma, de Norman Doidge

imagem.aspx

O cérebro se modifica. Ele é um órgão plástico, vivo e pode de fato transformar as suas próprias estruturas e funções, mesmo em idades avançadas. A neuroplasticidade promete derrubar a noção ultrapassada de que o cérebro adulto é rígido e imutável. Este livro apresenta casos que detalham o progresso surpreendente de pacientes, como uma mulher que nasceu com apenas metade do cérebro, mas que conseguiu se adaptar e levar uma vida normal; uma pessoa rotulada como doente mental, que curou suas deficiências e agora ajuda outros a fazerem o mesmo; cegos que voltaram a enxergar e dificuldades de aprendizagem curadas.

O Homem que Confundiu Sua Mulher com um Chapéu, de Oliver Sacks

imagem.aspx-2

O cientista e neurologista Oliver Sacks é também um excelente narrador, dono do raro poder de compartilhar com o leitor leigo certos mundos que de outro modo permaneceriam desconhecidos ou restritos aos especialistas. Em ‘O homem que confundiu sua mulher com um chapéu’ estamos diante de pacientes que, imersos num mundo de sonhos e deficiências cerebrais, preservam sua imaginação e constroem uma identidade moral própria. Aqui, relatos clínicos são intencionalmente transformados em artefatos literários, mostrando que somente a forma narrativa restitui à abstração da doença uma feição humana, desvelando novas realidades para a investigação científica e problematizando os limites entre o físico e o psíquico.

Fantasmas no cérebro, de V. S. Ramachadran

imagem.aspx-3

Em Fantasmas No Cérebro, são relatados casos ocorridos no consultório do neurologista e neurocientista indiano Vilayanur Ramachandran, diretor do Centro do Cérebro e da Cognição, na Universidade da Califórnia, em San Diego, onde ousa buscar no cérebro explicações para situações que seriam mais facilmente atribuídas a misticismo, excentricidade, ou simplesmente loucura.

A partir de casos como o de uma mulher parcialmente cega que vê personagens de desenhos animados sentarem no colo do médico à sua frente, de um atleta que perdeu o braço mas sente dores horríveis no “fantasma” da sua mão amputada ou de uma professora que insiste que o lado paralisado de seu corpo ainda se movimenta. Ramachandran utilizava diferentes terapias e métodos investigativos para cada paciente. De um detetor de mentiras e sofisticado equipamento de ressonância magnética até um cotonete, ou um espelho, as particularidades intrigantes de cada paciente vão surgindo no decorrer da investigação.

E acabam por permitir a Ramachandran uma visão – hipotética, mas não por isso menos interessante – de como o cérebro produz nossas sensações, sentimentos e, por que não, a consciência. Com prefácio de Oliver Sacks, autor do best seller Tempo de Despertar, Fantasmas No Cérebro foi escrito após insistentes pedidos de estudantes e colegas de Ramachandran.

Para a publicação da obra, recebeu ajuda da premiada jornalista científica Sandra Blakeslee, que ao longo dos últimos dez anos vem demonstrando sua competência e estilo, escrevendo sobre neurociências para o jornal The New York Times. Um livro surpreendente sobre os segredos da mente e sobre um cientista que ousou ultrapassar os limites da ciência e da razão. “Este é um livro esplêndido.” – Francis Crick, Prêmio Nobel de Fisiologia e Medicina “É um dos livros de neurologia mais originais e acessíveis da nossa geração.” – Oliver Sacks, M.D., autor de Tempo de despertar “Fascinante não só por sua clara e eloqüente descrição de fenômenos neurológicos (…) mas também pelo retrato de Ramachandran, o entusiasta na busca dos segredos da mente humana.” – The New York Times Book Review

O erro de Descartes – Antonio Damásio

imagem.aspx-4

Para pensar bem e tomar decisões corretas é preciso manter a cabeça fria e afastar todos os sentimentos e emoções, certo? Errado. Neste livro surpreendente e polêmico, António Damásio, que dirige um dos principais centros de estudos neurológicos dos Estados Unidos, mostra como, na verdade, a ausência de emoção e sentimento pode destruir a racionalidade. Utilizando-se das mais recentes descobertas da neurobiologia, Damásio desafia os dualismos tradicionais do pensamento ocidental — mente e corpo, razão e emoção, explicações biológicas e explicações culturais — para oferecer uma visão científica e integrada do ser humano e sugerir hipóteses inovadoras sobre o funcionamento do cérebro humano.

O cérebro de Buda, de Rick Hanson

imagem.aspx-2

Com explicações claras acerca da estrutura e do funcionamento do cérebro, os autores de ‘O Cérebro de Buda’ demonstram que é possível condicionar a mente para obter mais felicidade e sabedoria no dia a dia através de práticas meditativas simples e rápidas. Sempre fundamentado em estudos científicos, o livro mostra como modificar e treinar o fluxo de pensamentos para ativar respostas positivas, com calma e compaixão, em vez de reações negativas, cheias de raiva e angústia.

Psicólogo Clínico e Online (CRP 06/145929), Mestre (UFSJ), Doutor (UFJF), Instrutor de Mindfulness e Pós-Doutorando (Unifesp), Coach e Presidente do Instituto Felipe de Souza. Como Professor no site Psicologia MSN venho ministrando dezenas de Cursos de Psicologia, através de textos e Vídeos em HD. Faça como centenas de alunos e aprenda psicologia através de Cursos em Vídeo e Ebooks! Loja de Vídeos e Ebooks. Você pode também agendar uma sessão de Coaching Online via Skype, Relacionamentos ou Carreira (faculdade), fazer o Programa de 8 Semanas de Mindfulness Online e Orientação Profissional Online. E não se esqueça de se inscrever em nosso Canal no Youtube! Email - [email protected] - Agendar - Whatsapp (11) 9 8415-6913