Olá amigos!

Um querido leitor me pediu que escrevesse sobre a Daseinsanalyse, também conhecida como Análise Existencial ou Fenomenológica-Existencial. Neste texto, procuraremos, portanto, falar sobre o que é a Daseinsanalyse, sua história e principais autores.

Na disciplina acadêmica da história, vemos que para começarmos a definir um tempo histórico, frequentemente temos que voltar um tempo antes. No caso da Daseinsanalyse, a história começa com Martin Heidegger, o filósofo mais importante e influente do século XX.

Digo que temos que voltar atrás porque propriamente Heidegger nunca foi um psicólogo ou psiquiatra. Sua área de atuação é a filosofia, embora tenha participado de congressos e influenciado diretamente tanto a psicologia como a psiquiatria.

Além de Heidegger, devemos ter em mente as contribuições de Binswanger, fundador do campo da psiquiatria descritiva. Boss, criador do método psicoterápico e Condrau, que inaugurou a escola Daseinsanalyse de psicoterapia.

O vocabulário da Daseinsanalyse

Heidegger é um autor original na filosofia e, como tal, criou o seu próprio vocabulário para explicitar os seus pensamentos. A própria palavra Da-Sein (Ser-aí) em Daseinsanalyse (Análise do Ser-aí literalmente) é um neologismo.

No quadro abaixo, criado pelo site da Associação Internacional de Daseinsanalyse conseguimos visualizar os principais termos:

Alemão Inglês Francês Português
Sein Being Être Ser
Dasein Being-There Être le-là Dasein (Ser-ai)
In-der-Welt-Sein Being-in-the-world Être-au-monde Ser-no-mundo
Entwurf /
Geworfenheit
Project/Thrownness Projet /
Déréliction
Projeto/
Ser-lançado
Sein-zum-Tode Being-towards-death Être-vers-la-mort Ser-para-morte
Sorge Care Souci Cuidado/cura
Zeit Time Temps Tempo
Ereignis Event Evénement-appropriant Acontecimento apropriativo
Gelassenheit Detachment Laisser-être / Sérénité Serenidade
Lichtung Clearing Eclaircie Clareira
Offenständigkeit Openness Apérité Abertura
Entschossenheit Resoluteness Résolution Resolução
Frei-Sein Being-free Être-libre Ser-livre

História da Daseinsanalyse

Heidegger publicou a sua obra prima O Ser e o Tempo (Sein und Zeit) no início do século XX (1927), já com o objetivo de fazer uma análise do ser, do ser que aí está, situado e presente em seu mundo.

Ludwig Binswanger (1881-1966), psiquiatra, também neste início de século procurou mostrar como a ciência – com sua metodologia própria – deixava de fora a especificidade da experiência e do comportamento humano e perdia o fundamental do que é o ser do ente.

Medard Boss (1903-1990), também psiquiatra, que pode ser tido como o criador do método terapêutico Daseinsanalysis fazia questão de diferenciar entre a análise do ser feita por Heidegger (ontologia) e o método de terapia, pois o fato de o último se basear no primeiro não significa identidade total.

Segundo a Associação Internacional de Daseinsanalyse:

“A Daseinsanalyse procura o sentido da existência de cada ser humano em sua experiência pessoal. O escopo da terapia da Daseinsanalyse é baseado na compreensão de como o fenômeno da existência humana se mostra a si em sua aceitação do que é como é”.

Os Seminários de Zollikon proferidos por Heidegger nesta cidade foram editados por Boss e este livro apresenta os fundamentos da Daseinsanalyse:

“Os seminários tem como questão inicial: O que significa existir? Outros conceitos discutidos incluem experiência empírica, realidade, objetividade, extensão como uma propriedade do espaço, o que significa ocupar espaço, percepção, a noção de corpo material (Körper), o corpo humano (Leib) e fenômeno corporal (Leibphänomen) e liberdade”.

Gion Condrau (1919-2006) foi co-fundador e diretor do Instituto Daseinsanalytic para Psicoterapia e Psicossomática, que ficou posteriormente conhecido como Escola de Daseinsanalysis de Zurique, na Suíça. Formado em psiquiatria, neurologia e filosofia, Condrau fez seu treinamento com Boss e participou dos seminários de Zollikon. Seu trabalho está focado na teoria das neuroses e na psicossomática conforme os princípios da fenomenologia. Em 1990, Condrau e o grupo de Zurique fundou a Federação Internacional de Psicoterapia Daseinsanalytica Psychotherapy (Daseinsanalytic Psychotherapy), conhecida pela sigla IFDA.

E, por fim, devemos citar o trabalho de Alice Holzhey, que uniu a psicanálise de Freud com a antropologia existencial de Heidegger, com Kierkegaard e Sartre.

Teoria e Método

Na medida em que não sou um especialista em Daseinsanalyse, citarei alguns trechos do IFDA sobre a teoria, o método e o tratamento desta importante abordagem teórica utilizada na psicologia.

“A Daseinsanalyse pode ser entendida como uma forma de psicanálise que possui uma abordagem fenomenológico-hermenêutica e tem um orientação ontologico-antropológico. Ela vai além do modelo científico da psicanálise que é limitado para a objetificação da existência humana. Seu enfoque está no fenômeno nele mesmo (um fenômeno é entendido como o que se mostra a si mesmo e se revela para nós).

Guiado pelos insighits da fenomenologia de Husserl de que o que “é” vai mostrar a si mesmo como é, a Daseinsanalyse foca no fenômeno como a fundação do sentido da vida humana. Isto é revelado na medida em que o ser-no-mundo do paciente é focado. A fundação da terapia está no outro ser humano (Da-sein) em sua própria relação com o terapeuta. Desde o começo, o analista e o paciente estão involvidos em um relacionamento humano primordial em que cada um contribui com sua parte. Ambos estão implicados no acontecimento que determina o desenvolvimento de seu relacionamento mútuo, levando até a autonomia do paciente e mostrando o seu lugar no mundo.

O ponto de partida da análise é o entendimento do sofrimento humano, é sua existência enquanto ser humano. Existência não é ser um ser senciente como um objeto mas antes uma forma particular de ser dos homens que estão relacionados ao mundo e ao ser-aí”.

Tratamento

O tratamento dentro da abordagem existencial é possível de ser feito com todo e qualquer tipo de paciente, desde que o mesmo esteja motivado e queira participar do processo no qual vai avaliar e analisar a sua própria existência.

“O objetivo da Daseinsanalyse é que a pessoa seja capaz de se manter aberta e em um ótimo estado para o seu mundo, permitindo a liberdade e a abertura para o seu ser-aí e sua dinâmica. Preocupações comuns são o seu ser e o seu não-ser, vida e morte, mas também ser o seu verdadeiro e autêntico tanto quanto se relacionar consigo e com os outros, estando aberto para o presente na relação com o outro (estar-com) e aberto ao ambiente (Umwelt), que é tudo o que não é humano, tanto seres animados como seres inanimados”.

Os sofrimentos apresentados, apesar de tirarem inicialmente a liberdade do paciente, lhe mostram quem ele é e quem ele não é, possibilitando com isso a sua transformação a partir da liberdade radical de todo ser.

Conclusão

A abordagem Daseinsanlyse é uma abordagem muito importante na psicologia e na psicoterapia. Como é um termo estrangeiro, muitas vezes ouvimos falar mais em Análise Existencial ou abordagem Fenomenológico-Existencial. Como sua fonte original é a filosofia, existem questões que concernem ao seu estatuto epistemológico.

Em outras palavras, tal abordagem pode ser criticado por não ser científica (alguns autores argumentam na terceira força da psicologia que para estudar o ser humano é necessário uma ciência da compreensão e não uma ciência materialista).

Por ter uma fundamentação bastante filosófica, os estudantes que se interessarem pela abordagem terão que estudar a fundo Husserl (o criador da fenomenologia), Sartre e Heidegger. Também é sugerido o estudo do alemão, já que Heidegger criou uma linguagem própria que faz mais sentido na língua original.

Saiba mais sobre Husserl

Evidentemente, este texto não pretende esgotar a história da Daseinsanlyse, nem ser um compêndio com os principais autores. O objetivo foi dar uma visão geral para quem quiser se aprofundar encontrará muita bibliografia especializada.

Dúvidas, sugestões, comentários, por favor, escreva abaixo!

Psicólogo Clínico e Online (CRP 06/145929), formado há 14 anos, Mestre (UFSJ) e Doutor (UFJF), Instrutor de Mindfulness, Coach e Presidente do Instituto Felipe de Souza. Como Professor no site Psicologia MSN venho ministrando dezenas de Cursos de Psicologia, através de textos e Vídeos em HD. Faça como centenas de alunos e aprenda psicologia através de Cursos em Vídeo e Ebooks! Loja de Vídeos e Ebooks. Você pode também agendar uma Sessão Online via Skype, Terapia Cognitivo Comportamental, Problemas de Relacionamentos, Orientação Profissional e Coaching de Carreira , fazer o Programa de 8 Semanas de Mindfulness Online. E não se esqueça de se inscrever em nosso Canal no Youtube! e Instagram! Email - [email protected] - Agendar - Whatsapp (11) 9 8415-6913