A palavra procrastinação significa adiamento de uma ação. A grosso modo poderíamos dizer que seria aquela mania de deixar tudo para depois. Adiamos o máximo possível algo que poderíamos ter começado antes.

Citarei um exemplo bem comum para ilustrar a procrastinação: Um universitário tem que entregar um trabalho daqui um mês, mas ele acaba deixando de lado isso, até que falta apenas um dia para entrega do trabalho. O universitário então tem que dar conta de fazer o trabalho em um dia, sendo que poderia ter feito com mais tranquilidade nos 30 dias que se passaram.

É interessante analisarmos que a procrastinação só prevalece no dever. Não procrastinamos coisas que gostamos ou sentimos prazer. O psicólogo Joseph Ferrari no seu livro Procrastinação relata: “a maioria de nós começa o dia procrastinando, ao apertar aquele botão do despertador que permite ficarmos na cama por mais cinco minutinhos.”

Quando procrastinamos deixamos de fazer algo. Nesse sentido é importante analisar a si mesmo e verificar em quais momentos você procrastina. Existem muitas técnicas, livros e textos sobre como se livrar da procrastinação.

Veja também – Como acabar com a procrastinação

Um aspecto interessante que podemos pensar é que sempre estamos fazendo algo. Não há como não fazer nada. No mínimo você estará respirando. E, igualmente, estará tendo sensações corporais, sentimentos e pensamentos que vem e vão. Deste modo, o adiamento de uma ação, a procrastinação é exatamente isso: escolher fazer uma coisa não importante e deixar de fazer o mais importante.

ahh-procrastinaCAO

4 Dicas para acabar com a procrastinação

Abaixo listei 4 dicas de como ser mais eficaz na ação:

1) Conheça sua personalidade

Analise seu modo de agir e ser determinado, em quais momentos você realiza suas atividades com prazer.

Algumas pessoas são mais noturnas, enquanto outras são mais diurnas. Com isso, ao conhecer o seu próprio ritmo você consegue aproveitar qual período é melhor para você trabalhar, estudar, descansar ou se divertir.

2) Enumere suas tarefas

Priorize quais são as mais importantes e urgentes, pois se pensar muito irá procrastinar e deixará para amanhã.

Quanto à prioridade, temos dois textos aqui no site que, com certeza, lhe ajudarão a entender a importância de estabelecer a única coisa que é mais importante, bem como definir a sua prioridade em cada área específica da sua vida.

Veja:

Você quer ter sucesso? Aprenda a regra do livro “A única coisa”

Aumente sua produtividade com o sistema de Warren Buffet – o 2° Homem mais rico do mundo

3) Defina prazos de suas atividades

Depois de ter feito sua lista coloque o prazo máximo para realização. Em inglês, falamos que ter uma dead line, um prazo final e máximo, é a diferença que faz a diferença entre fazer e não fazer. Segundo Napoleon Hill, “um objetivo é um sonho com um prazo máximo” – “A goal is a dream with a deadline“.

Porque, imagine, você. Se você tem um sonho e pensa que poderá levar 30 anos, você vai começar a realizar agora? Provavelmente vai deixar para depois. Se o sonho tiver um prazo de 5 ou até de 1 ano, mesmo assim, talvez você protele.

Porém, se o que você quer fazer ou o que você tem que fazer “é pra ontem” você não terá escolha, senão fazer. Então, ao invés de deixar tudo ficar “pra ontem”, estabeleça prazos e siga-os a risca.

4) Faça imediatamente

Não pense muito para realizar alguma tarefa da lista, faça imediatamente. Pois se pensar muito, irá procrastinar. Outro erro comum é ficar planejando, criando mil listas para fazer (to-do lists) ou permanecer na argumentação e na contra-argumentação: “não fiz isso, não fiz aquilo. Se eu fizer isso agora, vou deixar aquilo para depois. Mas eu tenho que fazer isso também. Então, se eu fizer aquilo outro primeiro, vai dar tempo e conseguirei….”

Leia – Produtividade: menos pensar, mais fazer

Observação:

Essas dicas podem te ajudar a ter maior produtividade nos estudos, trabalhos ou fazeres. Mas o prazer em deixar pra depois em certos casos graves pode ser um problema difícil de ser solucionado sozinho. Caso esteja tendo dificuldade de priorizar ou terminar as suas tarefas, é sugerido um tratamento psicoterapêutico e psiquiátrico.

Psicólogo (CRP 06/119079), Especialista em Psicanálise, Pós-graduado em RH, Palestrante e Consultor de Empresas. Visite meu site - Superando Desafios