“Então…” era com essa palavra que começava qualquer fala no mestrado. Não tinha percebido até os meus amigos me dizerem. Depois de ficar sabendo, era engraçado dizer “então”…

Começo com esta palavra… que dá margem a tantos significados, dependendo do jeito que a pronunciamos. Me lembrei do “então” e do mestrado porque esta é uma experiência pessoal sobre o amor próprio. Podemos dizer algo em público e estarmos totalmente equivocados ou podemos fazer uma pergunta estúpida e tola ou cometermos um erro grosseiro ou um lapso. Mesmo assim, vale a pena e é importante termos voz, nos fazermos ouvir.

O meu “então”, às vezes era uma pausa para pensar melhor, colocar as palavras no lugar ou uma dúvida, uma crítica e no final era quase um risada para começar.

O título deste texto é “Amor próprio” e pode parecer estranho direcionar o amor para si mesmo. Poderia ser algo mau, egoísta. O que quero dizer, e já vim dizendo, é que este amor próprio permite com que façamos muitas coisas. Ou melhor, se não tivermos amor próprio, deixaremos de fazer muitas coisas. O que é interessante é que o amor próprio, ou autoestima, está intimamente relacionado à autoimagem. Em outras palavras, a partir da imagem que eu crio de mim mesmo, eu me amo ou eu me odeio…

Autoestima - Amor Próprio

Sempre me vi como um bom escritor (espero que concordem, rs), mas não me considero um orador, alguém que consegue se expressar com fluidez a qualquer hora. No mestrado eu tive de falar, por diversas ocasiões, e, pelo estilo das aulas, principalmente. Para quem não sabe o que é um mestrado, explico: O mestrado é uma pós-graduação de 2 anos. Durante um ano, cursamos diversas disciplinas e no segundo ano, escrevemos uma dissertação, um longo texto sobre um tema específico.

Se desejar, você pode ler minha dissertação de mestrado – James Joyce: Retrato do Artista quando jovem

As aulas no mestrado, em ciências humanas, são geralmente na forma de seminários. Alguns alunos apresentam o trabalho, oralmente, e os demais comentam, criticam, argumentam, debatem. Com o mestrado, comecei a mudar uma parte de minha auto-imagem e hoje acho que falo relativamente bem. Relativamente bem porque sei que ainda posso melhorar, mas vejo meu progresso.

Este exemplo simples que dei acima, explica de novo que o amor-próprio altera a auto-imagem e a auto-imagem também ajuda no amor-próprio, na auto-estima. É um círculo positivo que produz comportamentos que são constantemente aperfeiçoados.

Veja também – Como falar em público – 5 Dicas da Psicologia

Mas poderíamos dar um exemplo inverso. Uma pessoa pode não ser boa em alguma atividade. Por não ser boa nesta atividade, por não desempenhar bem esta função, ela começa a se sentir mal consigo mesma e, consequentemente, começa a desempenhar ainda pior a função. Resultado: é um círculo vicioso que gera auto-recriminação, tristeza, raiva, ódio e destruição. Se este círculo negativo for um hábito, com certeza a pessoa terá sérios problemas.

Por isso, uma das principais dicas para elevar a auto-estima é pensar no que você faz muito bem. Pode ser qualquer coisa: cozinhar, escrever, pintar, tocar um instrumento, fazer contas de cabeça, ter muitos amigos, ser bom em um esporte…

Para começar o “amor próprio”, para quem não tem se amado muito, é só pegar um papel e começar a anotar as coisas que você gosta de fazer, as coisas que você faz bem, o que os outros admiram em você (perguntar para todo mundo também pode ser bem legal), além de se dar pequenos presentes. Daí é só criar e aumentar esta lista de coisas + (positivas) sobre si mesmo.

A lista com os pontos negativos (-), podemos deixar de lado. E se ela aparecer mentalmente, vamos dar uma olhadinha na lista positiva…

Sobre pequenos presentes, falarei no próximo texto. Até.

Psicólogo Clínico e Online (CRP 06/145929), formado há 14 anos, Mestre (UFSJ) e Doutor (UFJF), Instrutor de Mindfulness, Coach e Presidente do Instituto Felipe de Souza. Como Professor no site Psicologia MSN venho ministrando dezenas de Cursos de Psicologia, através de textos e Vídeos em HD. Faça como centenas de alunos e aprenda psicologia através de Cursos em Vídeo e Ebooks! Loja de Vídeos e Ebooks. Você pode também agendar uma Sessão Online via Skype, Terapia Cognitivo Comportamental, Problemas de Relacionamentos, Orientação Profissional e Coaching de Carreira , fazer o Programa de 8 Semanas de Mindfulness Online. E não se esqueça de se inscrever em nosso Canal no Youtube! e Instagram! Email - [email protected] - Agendar - Whatsapp (11) 9 8415-6913