Falar em público é um comportamento que para muitas pessoas não é algo simples. Algumas relatam sentir ansiedade, medo, tremores, suor, etc.

Podemos dizer que para alguns falar em público é algo normal, como falar para uma única pessoa. Para outras, falar em público é diferente de falar face a face, mas mesmo sentindo certas diferenças é um comportamento que pode ser realizado. Mas, ainda existem pessoas, que tem tanta dificuldade que a simples ideia de fazer uma apresentação para um grupo pode já causar sinais e sintomas desagradáveis.

 Falar em Público

Neste texto, então, vamos dar 5 dicas a fim de tornar mais fácil falar em público

Bem, como eu estava dizendo acima, para muita gente falar para um grupo é igual a falar para apenas um outro. Em outras palavras, a pessoa pode se expressar, com tranquilidade, para um ou para muitos, talvez até para milhares ou milhões de pessoas. Podemos pensar em um apresentador de TV. Ele tem a capacidade de falar sem nenhum problema para milhões de pessoas ao mesmo tempo. Podemos pensar também em um ator ou atriz que consegue representar para um teatro lotado e mostrar para todos vários sentimentos em uma única apresentação, sem vergonha, embaraço ou temor.

O que é importante notar aqui é que estas pessoas que tem facilidade para a comunicação nem sempre sentem, internamente, que tem essa facilidade. Muitos artistas, apresentadores, radialistas no começo de suas carreiras fizeram cursos e treinamentos para poder conseguir se expressar sem nervosismo, temor ou qualquer tipo de constrangimento.

Então, em resumo: o que difere uma pessoa que fala com tranquilidade para um grupo maior de pessoas e uma outra pessoa que nem consegue imaginar falar é algo simples. A diferença consiste em pensamentos, sentimentos e comportamentos diferentes. “Se você muda os seus pensamentos, sentimentos e comportamentos, você também muda o seu resultado”.

E na questão do resultado, sabemos que uma pessoa que tem dificuldade para apresentações públicos geralmente é muito crítica consigo mesma. E isto é comprovado! Se esta mesma pessoa que acha que qualquer fala dela em público é horrível fizer uma apresentação, for filmada e, depois, assistir ao filme de sua apresentação, notará que a sua apresentação é muito melhor do que ela imaginava que fosse!

 Em outras palavras, a pessoa que tem dificuldade se critica muito. Pequenos erros como erros de dicção não são nada em uma fala longa. Mas são estes erros que a pessoa hiper-crítica vai se lembrar depois, dizendo para si mesma que sua apresentação foi horrível.

Dica 1 – Se você tem dificuldade de apresentar-se em público, faça um filme de uma apresentação sua e veja! Você verá que você já apresenta bem!

Outro ponto que deve ser sempre lembrado é que pausas de até 5 segundos são sentidas por quem está assistindo como totalmente naturais. Mas para quem está falando, ficar em silêncio 5 segundos pode parecer uma eternidade. Então, por isso, devemos gravar esta segunda dica:

Dica 2 – Permita-se fazer pausas de até 5 segundos para respirar e pensar nas falas seguintes

Uma das coisas que passa maior segurança para os que estão vendo a apresentação de alguém é se o apresentador olha ou não nos olhos da plateia. Imagine o orador dando uma longa explicação sobre um tema de seu interesse, mas olhando para a parede ou para o chão o tempo todo! Sem nunca olhar para quem está ali para ouvi-lo! Assim como quando falamos com outra pessoa perto de nós, olhar nos olhos é um dos fatores cruciais em toda e qualquer comunicação

Dica 3 – Olhe nos olhos da plateia de tempos em tempos. Fale de tempos em tempos para apenas uma pessoa que está lhe assistindo. Assim você passa confiança para todos e mantém a atenção de quem esté lhe escutando

Estas 3 dicas já serão de grande valia para quem tem dificuldades. Mas ainda assim, sabemos que a dificuldade não é só comportamental. Ou seja, a dificuldade não é olhar nos olhos da plateia ou conseguir dar pausas ou parar de se criticar após cada comunicação.

A dificuldade reside nos sentimentos que antecedem a apresentação. Como dissemos na introdução: nervosismo, tremos, suor, boca seca são sentimentos e sensações que impedem ou tornam complicado a apresentação pública.

Como solucionar tais sentimentos e sensações?

Bem, em primeiro lugar, é interessante saber que grandes atores, por exemplo, sempre sentem um certo nervosismo antes de cada espetáculo. Mas ao invés de pensar que o nervosismo é algo ruim, eles sentem que a adrenalina é algo positivo, é um respeito ao público, é um estado de antecipação que lhes dá força para fazer ainda melhor o que estão prestes a fazer.

Dica 4 – Tente pensar no nervosismo antes de cada apresentação como algo bom. Pense que a adrelina vai te dar mais força e fôlego para se dar bem

Outro ponto importante é saber que o público mesmo geralmente não pode perceber este nervosismo interno! Pense bem: como a plateia vai saber que o seu coração está batendo mais rápido ou que suas mãos estão suadas?

Estas sensações são internas e, portanto, o público não vai saber que você está nervoso, desde que você pare de se auto-criticar com erros bobos, desde que você dê pausas para respirar e pensar na continuação, desde que você olhe os espectadores nos olhos!

 Estes três comportamentos já passam segurança para quem estiver ouvindo e, de qualquer modo, as pessoas não terão como saber os sentimentos e sensações de nervosismo!

 Mas, se mesmo assim, o nervosismo lhe impede até de começar a falar, a dica 5 é para você:

Dica 5 – Se o nervosismo lhe atrapalha muito, busque a orientação de seu médico. Existem medicamentos (que devem ser tomados com orientação médica) que diminuem os tremores, a aceleração cardíaca e o suor e dão mais calma antes das apresentações.

Espero que estas dicas tenham ajudado!

Sugiro também que você faça o Curso – Aprenda a Falar em Público

Psicólogo Clínico e Online (CRP 06/145929), formado há 14 anos, Mestre (UFSJ) e Doutor (UFJF), Instrutor de Mindfulness, Coach e Presidente do Instituto Felipe de Souza. Como Professor no site Psicologia MSN venho ministrando dezenas de Cursos de Psicologia, através de textos e Vídeos em HD. Faça como centenas de alunos e aprenda psicologia através de Cursos em Vídeo e Ebooks! Loja de Vídeos e Ebooks. Você pode também agendar uma Sessão Online via Skype, Terapia Cognitivo Comportamental, Problemas de Relacionamentos, Orientação Profissional e Coaching de Carreira , fazer o Programa de 8 Semanas de Mindfulness Online. E não se esqueça de se inscrever em nosso Canal no Youtube! e Instagram! Email - [email protected] - Agendar - Whatsapp (11) 9 8415-6913