É interessante como não percebemos: a única pessoa que vai estar sempre presente nesta vida com você é você mesmo. Como dizia um professor meu da faculdade de psicologia: “Não dá para tirar férias de si mesmo!”

Sim, não dá para tirar férias de si mesmo. Não dá pra dizer: – “Espere aí, em dezembro eu vou ficar longe de quem eu sou, de quem eu fui e depois em janeiro estarei de volta”…

Isto não é possível!

E como você vai ter que conviver com você mesmo a vida toda, porque não se cuidar? Porque não procurar se conhecer, realmente, profundamente? Vivemos já um milhão de cenas. Esquecemos de grande parte, mas em princípio todas elas ainda estão aí, em algum lugar da sua mente…

Por outro lado, sabemos que o inconsciente pode antever fatos e situações que ainda não aconteceram, mas vão acontecer daqui a um ano ou mais… Mas o que eu gostaria de falar nesta postagem é justamente sobre relacionamentos e, também, sobre relacionamentos amorosos.

Relacionamento vem de relação. Algo óbvio. Em uma relação temos duas pessoas (ou mais). Para simplificar, vamos analisar um relacionamento entre duas pessoas. Cada pessoa é única e possui suas vontades, desejos, pensamentos, pontos de vista… A outra pessoa – do relacionamento – também é única, com suas vontades, desejos, pensamentos, pontos de vista…

Imagine um casal em que o namorado quer ir ao cinema e a namorada quer ficar em casa.

Temos aí duas vontades, não é mesmo?

1) Ir ao cinema

2) Ficar em casa

Ou cada um vai para um canto ou os dois chegam a um acordo, podendo, por exemplo, criar uma terceira opção. Ou eles decidem ir ao cinema naquele dia (porque é o último dia de exibição do filme) e no dia seguinte ficam em casa…

Enfim, existem milhares de soluções.

O que quero dizer é que são duas vontades. Não uma. E todos os desentendimentos e brigas estão baseados nestes simples fato. Duas vontades. Duas perspectivas, duas ideias, dois pontos de vista…

E como solucionar uma briga de namoro? Claro, existem muitas soluções. Veja 10 Dicas da Terapia de Casal

Mas a principal é justamente perceber que a solução começa dentro de cada um. Afinal, ninguém vai tirar férias de si mesmo… porque não procurar, em si, dentro, uma forma de ser feliz? E assim, encontrando ser feliz em um relacionamento?

Felipe de Souza

Psicólogo

Psicólogo Clínico e Online (CRP 06/145929), formado há 14 anos, Mestre (UFSJ) e Doutor (UFJF), Instrutor de Mindfulness, Coach e Presidente do Instituto Felipe de Souza. Como Professor no site Psicologia MSN venho ministrando dezenas de Cursos de Psicologia, através de textos e Vídeos em HD. Faça como centenas de alunos e aprenda psicologia através de Cursos em Vídeo e Ebooks! Loja de Vídeos e Ebooks. Você pode também agendar uma Sessão Online via Skype, Terapia Cognitivo Comportamental, Problemas de Relacionamentos, Orientação Profissional e Coaching de Carreira , fazer o Programa de 8 Semanas de Mindfulness Online. E não se esqueça de se inscrever em nosso Canal no Youtube! e Instagram! Email - [email protected] - Agendar - Whatsapp (11) 9 8415-6913