Sim, não, talvez. Tudo vai depender do seu conceito de riqueza e do seu nível de educação financeira.

Olá amigos!

Frequentemente eu recebo a pergunta “Dá para ficar rico fazendo faculdade de psicologia?” A resposta é simples: não, sim, talvez. Estudando filosofia, aprendi a importância da lógica. E, mais do que isso, a importância de definir um conceito. Ora, se vamos responder se dá para ficar rico fazendo uma faculdade, temos que ter um pressuposto – ou um esclarecimento – sobre o que é ficar rico, certo?

A riqueza como ganhar rios de dinheiro

Quando pais ou estudantes do Ensino Médio falam para mim com preocupação sobre a impossibilidade de ficar rico fazendo psicologia, sei que estão pensando na riqueza como sinônimo de ganhar rios de dinheiro. Ou, ao menos, ganhar muito bem para ter uma vida confortável.

Então, se diz: “não faça esta faculdade, você não conseguirá ganhar muito por mês!” E logo em seguida surge a dúvida: mas quanto dá para ganhar por mês trabalhando com psicologia?

Infelizmente, não podemos dizer. Melhor dizendo, isto vai variar tanto que a resposta não será precisa. Pergunte a uma psicóloga que trabalha 40 horas por semana em uma cidade do interior, na prefeitura, e ela vai te dizer que ganha 1500 reais com descontos. Pergunte a um outro profissional, e ele te dirá que ganha 15.000 reais. Pergunte a outro e ele te dirá que ganha 60.000.

Veja aqui – Média salarial e mercado de trabalho na psicologia

Bem, para resolver este impasse, as pessoas costumam perguntar: “mas quais são as melhores áreas? Quais pagam melhor?”

Leia também – Áreas da psicologia com os maiores salários

A psicologia não dá dinheiro, não faça a faculdade

Estes dias encontrei uma colega de profissão e ela me disse que fala para todo mundo que tem interesse na faculdade para não fazer, porque não dá dinheiro. Segundo ela, não dá para ter estabilidade, não dá para ter liberdade financeira, não dá para ter muito tempo de descanso…

Os americanos estão certos quando dizem que tempo é dinheiro. Estão certos no sentido econômico da vida, porque todos nós temos 24 horas por dia. Por que alguns ganham mais e outros menos? Porque a remuneração por hora ou mês vai variar de pessoa para pessoa.

Não só com a psicologia mas com todas as profissões liberais, nós trocamos tempo por dinheiro. O indivíduo trabalha 40 horas por semana em uma empresa ou instituição e depois de 4 semanas recebe o seu contracheque, com X. Outro trabalha com outro tipo de remuneração, na qual ganha por cada cliente. Após X clientes, terá Y no final do mês. Se trabalhar mais, terá mais, certo?

Um exemplo. Se eu como psicólogo me cadastrar em um plano de saúde muito conhecido aqui em Minas, vou receber 25 reais por atendimento. Se eu trabalhar por conta própria, posso cobrar quanto eu quiser. Se cobrar 100 reais, vou ganhar 4 vezes mais do que quem ganha pelo plano.

De toda forma, se a definição de riqueza for ganhar rios de dinheiro e ficar milionário, sinto informar que a psicologia não te deixará rico.

Em busca de uma outra definição de riqueza

Sempre quando publico algum texto falando sobre a remuneração da psicologia aqui no site, vem alguém e diz: “Mas dinheiro não é importante. O importante é gostar do que se faz e fazer com amor”. Esta é uma outra definição para riqueza: ser feliz com o próprio trabalho e contribuir com a sociedade.

Se esta é a sua definição de riqueza, certamente a psicologia te deixará rico(a).

Porém, gostaria de compartilhar uma outra definição de riqueza, que penso ser mais precisa. Ser rico significa ter uma quantidade de renda passiva mensal que ultrapasse os gastos.

Por exemplo, quando fiz a faculdade, entre 2002 e 2006, os meus professores ganhavam cerca de 7000 reais por mês, o que dava um total de cerca de 20-25 salários mínimos na época. Hoje equivaleria a ganhar cerca de 19.000 reais/mês.

Lembro de um professor que me disse que ele passava apertos e ainda não tinha conseguido comprar sua casa própria. Na hora eu não disse nada, mas pensei: “como não?” Depois fiquei sabendo que uma professora tinha conseguido, porque era econômica. Tive outro professor que tinha apartamentos para alugar e um outro que tinha negócios.

Repare: todos eles ganhavam praticamente o mesmo salário (algumas variações a mais ou menos por acumulação de função e tempo de casa). Como um não tinha nada e outro tinha até apartamentos para alugar? É simples a resposta:

– Gastar (custo) menos do que se ganha (renda). A diferença, se for bem utilizada, poderá ser investida em uma renda passiva até chegar ao ponto de a renda passiva ultrapassar o custo mensal.

Digamos que alguém ganha 5.000 reais por mês. E gaste 6.000. Em um ano terá uma dívida de 12.000 reais (mais de dois salários) mais juros.

Agora, uma pessoa que ganha 5.000 e gasta 5.000 ficará na mesma. Já uma pessoa que ganha 5.000 e gasta 4.000 terá no final do ano 12.000. Em 10 anos, terá 120.000. Em 20 anos terá 240.000. Com uma aplicação de 2%, passará a ter uma renda passiva de 4.800 reais por mês. E isto que não contei os juros compostos de acumular aos poucos o valor total.

De forma que ao final de 20 anos, esta pessoa será rica no sentido que estou dizendo. Seu custo mensal, 4.000 reais, será pago com os juros que aparecerá todo mês em sua conta bancária sem ela fazer nada. Riqueza: ter uma renda que pague mais do que se gasta.

Nota: esta exemplo não considera a inflação, nem o aumento anual do salário, nem a possibilidade de se ganhar centenas de vezes mais do que 2% ao mês com outros tipos de investimento.

Veja – As 10 principais diferenças entre os mais ricos e os mais pobres

Neste sentido a psicologia dá dinheiro? Depende! Depende da capacidade de administração do profissional, de seu consumismo, além de sua capacidade para estudar um pouco sobre economia e investimentos. Respondo que talvez. Talvez sim.

Conclusão

Como disse no começo, tenho três respostas para a pergunta do título:

1) Não, a psicologia não dá dinheiro. Existe uma pirâmide. Alguns ganham muito por mês, um pouco mais ganha um salário intermediário e a maioria ganha o piso.

2) Sim, a psicologia dá dinheiro. Mas para ganhar muito por mês será necessário estudar muito, ter contatos profissionais e encontrar clientes ou empresas que paguem o que é justo.

3) Talvez. Se pensarmos em uma definição de salário que vai além do montante mensal, veremos que talvez a psicologia dê dinheiro no longo prazo. Talvez não. Afinal, não adianta ganhar 15.000 reais ou 60.000 reais se tudo é gasto antes do final do mês.

Dúvidas, sugestões, comentários, por favor, escreva abaixo.

Psicólogo Clínico e Online (CRP 04/25443), Mestre (UFSJ), Doutor (UFJF), Instrutor de Mindfulness (Unifesp), Coach e Presidente do Instituto Felipe de Souza. Como Professor no site Psicologia MSN venho ministrando dezenas de Cursos de Psicologia, através de textos e Vídeos em HD. Faça como centenas de alunos e aprenda psicologia através de Vídeos e Ebooks! Loja de Vídeos e Ebooks. Você pode também agendar uma sessão de Coaching Online via Skype, Relacionamentos ou Carreira (faculdade). E não se esqueça de se inscrever em nosso Canal no Youtube! Email - [email protected] - (12) 3042-0336 - Whatsapp (35) 99167-3191 - Snapchat: psicologiamsn