Olá amigos!

Há pouco estava navegando por sites que gosto de visitar e encontrei esta citação fantástica no site do criador do WordPress (o software que me permite escrever de maneira simples para que vocês possam ler). A citação dizia:

“Find three hobbies you love: one to make you money, one to keep you in shape, and one to be creative”.

Tradução: “Encontre três hobbies para amar: um para te dar dinheiro, outro para te manter em forma (corpo) e outro para ser criativo (arte e afins)”.

Achei fantástica essa citação porque ela nos traz alguns pontos importantes quando vamos tratar do caminho que estamos seguindo na vida.

Um trabalho como hobby

A definição clássica de um hobby (hobbies no plural) é de uma atividade que lhe dê prazer sem o compromisso de um trabalho de 9 às 6. Se você gosta de cozinhar e segue as receitas de grandes chefes, você tem a cozinha como um hobby. Você curte cozinhar, mas não trabalha com isso.

Na frase acima – que infelizmente nem o Matt conseguiu descobrir a autoria – temos uma concepção diferente! Não há separação entre hobby e trabalho. Como na famosa frase de Confúcio:” Escolha um trabalho de que gostes e não terás que trabalhar nem um dia na tua vida”.

Entendeu? Leia de novo: “Escolha um trabalho de que gostes e não terás que trabalhar nem um dia na tua vida”! Em outras palavras, se você conseguir escolher um trabalho tão bom quanto um hobby, você não sentirá que estará trabalhando. Todo dia será como um dia feliz, contente, de férias. O seu cotidiano vai fluir (flow) e você nem vai perceber que as horas estão passando e que já é hora de encerrar o expediente.

O inconveniente é que você pode se transformar em um workaholic. Ou seja, um viciado em trabalho. De tanto gostar do seu trabalho, você só quer trabalhar…

Mas voltando à frase inicial, temos uma concepção básica para o trabalho. O trabalho não é aquilo que você tem que fazer porque você tem que fazer porque senão você será considerado um vagabundo. Um trabalho é uma atividade para lhe gerar dinheiro e renda.

E pergunta boba mas profunda: por que você não procura um trabalho tão bom quanto um hobby? Um trabalho que te dê dinheiro e felicidade?

Eu fiz isso. Larguei uma promissora carreira na área de Recursos Humanos. O trabalho era interessante… só não era para mim. Percebi como acordava sem vontade de ir trabalhar. Queria que os fins de semana não acabassem e olhava constantemente para o relógio para saber se já era a hora de ir.

Por honestidade intelectual, tive que admitir que não estava feliz. Saí em 6 meses. Não foi fácil. Contudo, foi uma das melhores decisões que tomei na minha vida.

Hoje tenho um hobby que me dá dinheiro. Adoro o meu trabalho e sou capaz de perder a hora trabalhando. Agora estou aprendendo a me organizar e dar tempo para os outros dois hobbies.

Um hobby para o corpo

Quem tem o mínimo de tendência para ser um intelectual, vivencia o seu corpo como um objeto no mundo. Claro que não um objeto qualquer. Um objeto útil, eficiente, necessário para levar a cabeça de um lado para o outro. Brincadeiras à parte, o problema do sedentarismo não está limitado apenas aos intelectuais.

Qualquer um pode ter a desculpa do tempo. Não tenho tempo para ir à uma academia, não tenho tempo para caminhar, nadar, fazer Pilates ou qualquer outra atividade que seja exclusiva para o corpo.

Porém, temos que reconhecer que a separação mente-corpo é prejudicial. E uma inverdade tremenda. Nós não temos um corpo. Nós somos também um corpo. E isso não é apenas um jogo de palavras.

Quando você começa a dedicar um tempo para o seu próprio corpo, começa a perceber tantas e tantas coisas sobre você mesmo que você nem imaginava. Você está respirando lentamente ou rapidamente? O seu coração está acelerado ou quase imperceptível? Porque você está tensionando tanto os ombros e o pescoço? E não está sentindo o dedão do pé esquerdo?

Estas perguntas não tem sentido. São só uma brincadeira. Como uma criança. Uma criança vive intensamente sua sensações corporais. Por isso consegue chorar e, em seguida, ser a pessoa mais feliz do universo.

Um hobby para o corpo te permite isso. Ser livre de novo no limite do corpo.

Um hobby para criar

A palavra creative, em inglês, é polissêmica. Embora no dicionário ela nos retorne apenas criativo e criativa, na linguagem cotidiana falamos de uma artista como um creative. Não creio que esteja errado nessa associação.

De todo modo, um artista é uma pessoa criativa. Mas não devemos paralisar qualquer expressão de criatividade por falta de talento estético ou ideia inicial. No fundo, todos nós somos criativos. Apenas a escola nos podou boa parte da criatividade.

Aprendemos a competir e aprendemos a ter que dar respostas certas. Com o tempo, a maioria de nós assumiu o medo de errar. O medo de ser criticado. E nada mais distante do espírito de uma pessoa criativa. Na arte, não há como manter esta postura, pois no campo da criatividade não existem erros. Existem rascunhos. Existem ideias iniciais. Work in pregross, in progress – como gostava de brincar James Joyce no seu assombroso Finegans Wake. Sempre um trabalho em progresso.

Enfim, tenha um hobby para se expressar. Sem erro. Sem medo. Sem progresso. Sem fim. Depois que achar que tiver terminado um… tanto (um livro, um quadro, uma escultura, uma peça, uma dança) você pode se aproximar e ver sua beleza, sua estética, seu sentido ético. Ou não.

Conclusão

É curiosa a justificativa que não temos tempo. Faça o seguinte experimento: anote a cada 15 minutos o que você está fazendo durante 1 semana. Você terá uma medida próxima do tempo que passa em atividades inúteis. Te desafio a fazer.

Quando quis parar de fumar, baixei um aplicativo. Descobri que gastava 100 minutos por dia fumando (5 minutos X 20 cigarros) e, portanto, em um mês ficava mais de 2 dias fumando! Agora imagine! Imagine o tempo que você não tem gastando com outras atividades sem sentido como essa ao longo de um ano… melhor encontrar os 3 hobbies!

Psicólogo Clínico e Online (CRP 06/145929), formado há 14 anos, Mestre (UFSJ) e Doutor (UFJF), Instrutor de Mindfulness, Coach e Presidente do Instituto Felipe de Souza. Como Professor no site Psicologia MSN venho ministrando dezenas de Cursos de Psicologia, através de textos e Vídeos em HD. Faça como centenas de alunos e aprenda psicologia através de Cursos em Vídeo e Ebooks! Loja de Vídeos e Ebooks. Você pode também agendar uma Sessão Online via Skype, Problemas de Relacionamentos ou Orientação Profissional e Coaching de Carreira , fazer o Programa de 8 Semanas de Mindfulness Online. E não se esqueça de se inscrever em nosso Canal no Youtube! e Instagram! Email - [email protected] - Agendar - Whatsapp (11) 9 8415-6913