Coaching é o processo de orientação direta de pessoas em questões de desempenho  e resultados pessoais e profissionais. A Coach Ana Paula Rocha compartilha conosco neste texto dicas de seu trabalho, em que auxilia profissionais da saúde a expandir a sua atuação profissional. 

Olá amigos!

O texto abaixo é de Ana Paula Rocha, uma das mais brilhantes Coaches do Brasil. Para quem não sabe, o Coaching teve seu início dentro de grandes empresas, nos Estados Unidos. Em um primeiro momento, houve uma grande procura por consultores externos, para dar treinamentos, cursos e palestras. Com o tempo, as empresas perceberam que precisavam de mais. Precisavam que os consultores entrassem mais no processo da empresa e treinassem os funcionários (especialmente os de alto escalão) para desenvolver competências específicas.

Saiba mais – Curso Consultório de Sucesso

Um exemplo clássico é o treinamento da liderança. Imagine uma grande empresa, com faturamento de mais de 1 bilhão por ano – mais que o PIB de muitos países. A empresa contrata um engenheiro inteligentíssimo. Porém, a sua capacidade durante a sua graduação e pós-graduação é teórica, intelectual, mental. Ele sabe o que fazer, contudo não tem as competências a serem utilizadas no dia a dia como liderar um equipe e motivá-la. Afinal, ele nunca foi treinado para isso.

E é aqui que entra o Coaching. Se antes o consultor apenas dava uma palestra e saia da empresa, com o Coaching, o Coach tem mais tempo para trabalhar diretamente com um Coachee (o cliente, no caso do exemplo, o engenheiro que quer desenvolver a competência da liderança).

Este exemplo é útil porque vai nos ajudar a retirar algumas críticas que podem ser feitas com o Coaching de Carreira para conseguir mais clientes na área dos profissionais da saúde, área na qual a psicologia está incluída. Muitos consideram que isto seria antiético, ou seja, todo a crença vai na direção de que a única coisa que precisa ser feita é estudar as teorias, abrir o consultório e esperar os pacientes chegarem miraculosamente. Talvez escutem que tenham que fazer supervisão com um profissional mais experiente. E até fazem.

Mas o consultório continua vazio. Ou continua com vagas disponíveis mais do que vagas preenchidas.

Como disse, o exemplo do engenheiro contratado dentro de uma grande empresa serve de analogia porque o profissional da saúde (psicólogo, psicopedagogo, fisioterapeuta, nutricionista, médico, etc) aprendeu competências específicas dentro da sua graduação e/ou pós-graduação. Mas ele não aprendeu nada sobre como funciona o mercado de trabalho, na prática.

Qualquer um pode idealizar a sua profissão e até acreditar que ela esteja acima das leis de mercado. Porém, a ingenuidade não será tolerada pelo mercado nem pelos concorrentes. Qualquer um dos profissionais da saúde listados acima está oferecendo um serviço dentro do nosso sistema econômico – que o romantismo não engane – continua sendo o capitalismo. Assim, tudo o que funciona para vender um produto de uma indústria também acontece no mercado de serviços. Haverá concorrência, comparação de preços, comparação de qualidade, necessidade de criar contatos, de divulgar da melhor maneira o que se faz (marketing) e assim por diante.

Evidentemente, tudo deverá ser feito dentro dos limites estabelecidos pelo Conselho de Classe. No caso da psicologia, dentro do chamado Código de Ética do Conselho Federal de Psicologia. Porém, quem já é formado, não precisa ser informado do que pode ou não pode ser feito. Cada um deve ou deveria ter estudado o que está escrito no Código.

Enfim, a questão que surge é que, além dos romantismos e idealismos e esperanças, há e haverá concorrência e o melhor profissional – na opinião das pessoas e dos possíveis clientes – não será aquele mais capaz. Aquele que fez pós-doutorado em Harvard. O melhor profissional será aquele que conseguir passar a sua mensagem. Todas as 30 dicas abaixo são úteis para que cada um possa atingir o seu público-alvo.

Conseguir mais pacientes ou clientes é um objetivo válido. Não só pela saúde financeira do consultório, mas para poder ajudar o maior número de pessoas que precisam. Especialmente por isso. Sabemos como a nossa população precisa dos nossos serviços. Mas e se, apesar de estudarmos o máximo, não conseguirmos encontrar quem precisa?

E, para encerrar antes de passarmos às 30 dicas, faça um autoquestionamento. Se você já é um profissional e não está conseguindo atingir as suas metas de ajudar o maior número de pessoas de acordo com os espaços da sua agenda, pergunte: “O que eu estou fazendo está funcionando?”

Se a resposta for negativa, leia as 30 dicas abaixo, recordando-se de que “Insanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes”…

30 Dicas – Como Atrair Clientes para o Consultório

Por Ana Paula Rocha

Dica número 1: Defina seu público alvo

Bato na tecla que definir o público alvo é o principal caminho para atrair mais clientes. Quando queremos agradar todo mundo, corremos o grande risco de desagradar a maioria. No momento em que decidimos quem é o nosso público alvo, focamos nossa atenção para ajudar este seleto grupo de pessoas e temos a grande chance de atingi-lo mais rápido e de forma certeira. A maneira mais inteligente de atrair uma clientela é agir de forma diferente que a maioria dos outros profissionais fazem, principalmente quando tentam “atirar” para todos os lados e acabam acertando clientes aleatórios. Quando definimos quem queremos atender, nos tornamos especialistas no assunto e passamos mais credibilidade nos atendimentos. Desapegue da ideia que atender tudo é que te trará resultados. Eu te desafio a seguir estas 30 dicas e depois você conta para o grupo o que aconteceu com o seu consultório.
 

Dica número 2: Descubra a dor do seu cliente

Pode parecer repetitivo, mas se colocar no lugar do seu cliente faz toda diferença, e enquanto isso não tiver bem definido, não haverá resultado. Mas como descobrir a dor do seu cliente? Pense no que o faz sofrer, seja uma dor física, emocional, depende da sua área. Visualize o que o faz perder o sono e/ ou o que ele gostaria de resolver. O maior erro é imaginar o que você como profissional acha que o seu cliente quer resolver, para isso você deve fazer pesquisas, entender o que o incomoda, ser empático e listar as maiores dores do seu cliente. Eu te desafio a seguir esta dica que com certeza te preparará para a próxima ; )

Dica número 3: Dê soluções

Esta é uma das dicas mais importantes na atração de clientes. Ela significa falar direto com a necessidade do seu cliente, é poder mostrar à ele que você sabe o que ele está passando e também sabe como resolver o problema. Não é garantir o sucesso, mas mostrar que existe um tratamento. O cliente não quer contratar a sua profissão, ele quer contratar solução para a dor dele, e é aí que você precisa entender o que se passa com o seu público alvo, qual a sua dor e mostrar soluções para esta dor. Com certeza seus potenciais clientes prestarão muito mais atenção ao que você diz. Experimente!

Dica número 4: Encontre seus clientes

Depois que você definiu o seu público alvo, pense de forma estratégica. Quais lugares seus potenciais clientes frequentam? Qual melhor horário para eles saberem sobre o seu trabalho? Pode ser através de um anúncio de rádio, de TV, pela internet ou quem sabe pelo jornal. Pode ser que ele frequente cafés ou restaurantes, consultórios médicos, academias, clinicas, enfim,. deixar cartões ou propaganda de forma aleatória, possivelmente não te trará resultados.

Dica número 5: Se posicione com autoridade

Se posicionar como autoridade, ou seja, como um especialista em um assunto. Este comportamento gera maior credibilidade na pessoas, além de transmitir segurança. Quando um profissional se posiciona com autoridade as pessoas tendem a prestar atenção nele e até seguir o que ele diz. Pense em você, quando um padre, policial ou médico pediu pra você fazer algo, com certeza você prestou mais atenção no que ele disse, e até em muitas vezes seguiu suas recomendações. Pois estas figuras já são vistas como autoridade em nossa sociedade e cientificamente tendemos a dar credibilidade para uma autoridade. Mas como se tornar uma autoridade? Você tem que ser especialista em um tema, falar sobre ele em vários veículos de comunicação e assim você já estará se posicionando como uma autoridade neste assunto. Quando você age como um especialista você atrai a atenção dos seus potenciais clientes.

Dica número 6: Seja visto

Quem não é visto não é lembrado, portanto, apareça, mostre seu trabalho, esteja em evidência e saia do anonimato, da invisibilidade. Não adianta só montar consultório, fazer cartão de visitas, entregar em alguns lugares. Você precisa ser notado, fazer a diferença, ser lembrado. O que você tem feito para ser visto?

Dica número 7: Confie em você

Quem não confia em si, não passa credibilidade e confiança. O que te falta para confiar em si? Mais estudos? Mais prática? Menos crenças limitantes? Perceba quais obstáculos impedem que sua confiança seja evidente e acabe com eles. A confiança é o combustível de um empreendedor de sucesso. Por mais que você se veja como um “gatinho”, posicione-se como um “leão”, assim você cria marcas mentais favoráveis, corre atrás de corresponder as expectativas dos clientes, torna-se cada vez mais confiante e consequentemente atrai mais clientes. Que tal?

Dica número 8: Networking

Construa sua rede de contatos e cultive-os. Não procure outros profissionais somente quando precisar, interaja constantemente com pessoas que agreguem valor ao seu trabalho e que você também possa contribuir de alguma forma. Relacione-se com as pessoas, fale o que você faz, coloque-se a disposição e amplie cada vez mais seu network. Indique os serviços dos seus colegas e peça indicações. “Sozinho vamos rápido , mas juntos vamos mais longe”.
 

Dica número 9: Qual o seu propósito?

Ter um propósito é essencial, pois é ele que dá sentido a nossa jornada seja pessoal ou profissional.Uma pessoa com propósito definido formula objetivos, respeitando seus valores e sua essência. Defina a razão do seu trabalho, qual o objetivo principal pelo qual você faz o que faz. Seja verdadeiro, genuíno e você terá sempre claro o caminho a seguir.
 

Dica número 10: Descubra seus pontos fortes

De nada adianta você ficar tentando resolver um problema, focando nele e perdendo tempo, ao invés de potencializar seus pontos fortes. Descubra o que você tem de melhor, quais são suas qualidades enquanto profissional e mãos a obra. Focar nos problemas retarda nossas ações, aumenta nossos medos e nos impede de agir. Quais são seus pontos fortes?
 

Dica número 11: Missão, visão e valores

Definir a missão visão e valores é um dos itens fundamentais em um planejamento estratégico. Não importa se você é pessoa física ou jurídica, é importante que você tenha estes três pilares de sustentação bem definidos.

Vamos começar pela missão, ela é a razão de ser de uma empresa ou de um profissional, ela deve responder uma pergunta básica. Para que o seu trabalho existe? Pois é através da missão que veremos sentido no nosso trabalho.

Já a visão é querer chegar a algum lugar e/ou querer algo para o futuro. Deve-se sonhar de forma inspiradora, objetiva, realizável e com o prazo para acontecer.

Os Valores são os princípios que regem as ações e a decisões de uma empresa ou de um profissional.
A definição dos valores deve ser feita escolhendo de 5 a 6 valores e eles devem ser seguidos a risca norteando sua própria identidade.

Interessante não? Coloque em prática, escreva os seus três pilares e siga-os.

Dica número 12: Escreva artigos

Seja em uma revista, blog ou em sua página no face, escrever artigos relacionados a dor do seu cliente, ajuda a acionar o gatilho da autoridade e a atrair a atenção de pessoas interessadas pelo assunto. Mostre que você sabe do que está dizendo e direcione o que você escreve para o público certo. Que tal escrever algo nesta semana?

Dica número 13: Facebook Profissional

Eu te desafio a procurar um facebook de um profissional renomado que vocês admiram. Olhe o facebook dele, veja o que ele coloca lá. Quais tipos de postagens. Criar fan page é interessante, mas nada chama mais atenção dos seus amigos, parentes e conhecidos, quando você se assume como profissional, na sua página do face, você pode colocar postagens, fotos e artigos profissionais. Vale colocar piadas e algumas brincadeiras, mas lembre-se, sua maior vitrine é o seu próprio face. Muitas pessoas separam o facebook de sua vida profissional e eu digo que estão deixando de ganhar novos clientes. Faça a experiência e depois comente como foi.

Dica número 14: Dê cursos

Umas das ações que promove seu trabalho, seu nome e atinge um maior número de pessoas é dar cursos. Se você tem consultório, realize esta estratégia no seu próprio consultório, caso não tenha, faça parceria com outros profissionais. Não pense inicialmente em algo grandioso, em hotel para uma turma imensa. Estipule uma etapa de cada vez, pense no número de pessoas, faça algo bem feito mas em proporções menores. Foque em algo simples, não sabote os seus objetivos, não espere estar tudo perfeito para realizar, a palavra de ordem é: REALIZE!

Dica número 15: Seja Voluntário

Uma maneira de mostrar o potencial do seu trabalho é ser voluntário, seu nome fica conhecido, você adquire cada vez mais habilidade e ganha confiança. Mesmo que você seja um expert na sua área, realizar trabalhos voluntários, além dos inúmeros benefícios, te coloca em contato com muitas pessoas e favorece a divulgação do seu trabalho. Muitas instituições precisam de uma ajuda, mas importante, se possível, seja voluntário na sua área. Não coloque barreiras para o seu sucesso.

Dica número 16: Faça a diferença

Qual diferença você quer causar na vida das pessoas? E dos seus clientes? Você faz sempre as mesmas coisas e espera resultados diferentes? Faça a diferença na sua vida pessoal e profissional. Não limite-se a enxergar o que você já faz como sendo o diferencial, vá além daquilo que você costuma fazer. Você pode, e os resultados serão surpreendente. Experimente!

Dica número 17: Entregue valor

Pense no que o seu cliente mais precisa resolver e em como você poderia ajudá-lo. A dica de hoje fala justamente de entregar valor ao seu cliente, como um presente, algo que ele gostaria muito de resolver e você o ajuda entregando o seu conhecimento pra ele. Você pode entregar valor em palestras, em grupos ou páginas no face, em artigos, blogs, sites, etc. Não limite o seu conhecimento somente pra si, vai lá e compartilhe.

Dica número 18: Conheça seus concorrentes

Saiba o que eles fazem, como trabalham, quanto cobram, etc. Competitividade é conhecer o seu concorrente, valorizá-lo enquanto profissional e tentar SE superar para dar sempre o melhor. Competição é querer desvalorizar o trabalho do outro, para simplesmente não fazer nada e seu trabalho ficar em evidência. Então a competitividade além de saudável, lhe ajuda a crescer enquanto profissional.

Dica número 19: Leia Mais

Todos sabemos da importância da leitura, mas ler sobre temas relacionados ao seu trabalho, te dará muito mais segurança e ampliará cada vez mais suas perspectivas profissionais. Foque na leitura e se possível vá até o fim, faça deste comportamento um hábito. Qual livro você está lendo no momento?

Dica número 20: Faça Parcerias

Já falamos que sozinhos vamos rápido, mas juntos vamos mais longe, por isso faça parcerias, seja com outros profissionais, empresas, escolas, instituições, planos de saúde, cooperativas, sindicatos, clínicas, consultórios. O importante é você se movimentar e criar atalhos para o seu sucesso. Me conte aqui em baixo, qual tipo de parceria você faz ou acha importante fazer?

Dica número 21: Saia um pouco do computador

Faça contatos presenciais, administre o seu tempo entre a vida online e a vida real. Perdemos muito tempo com atividades que não colaboram com o nosso sucesso e a internet nos consome tempo considerável neste jornada.

Dica número 22: Seja empreendedor

Quando converso com os melhores profissionais do Brasil sobre marketing na área da saúde, todos, sem exceção, comentam que o profissional da saúde não sabe empreender, ou seja, não vê seu consultório como um negócio. Dedica-se muito tempo estudando teoria, mas quase nada de tempo em como vender o que levou tantos anos para estudar. Faz sentido pra você?Aprenda sobre marketing, invista em estratégias de vendas e posicionamento de mercado e você conseguirá colocar em prática tudo o que já estudou.

Dica número 23: Acabe com a auto-sabotagem

Pense quantas vezes você sonhou em alcançar um objetivo e no meio do caminho desistiu, pense em quanto você estudou, quanto você está preparado para lotar a sua agenda, mas isso não acontece. O problema disso tudo pode estar em uma única pessoa: VOCÊ. A auto-sabotagem é capaz de te impedir de seguir adiante, elimine a voz interior que não acredita em você, que te faz arrumar desculpas, e vá pra frente! Não pare, não desista, se errar, concerte e continue. Seja determinado e siga firme com o seu propósito. O que te impede de seguir?

Dica número 24: Arrisque mais

Não tenha medo de errar, o erro nos ensina a melhorar, amadurecer. Arrisque, a chance de dar certo é muito maior do que não tentar nada. Vá em frente, elimine os pensamentos negativos, as crenças limitantes, os sabotadores e faça acontecer. A saída disso tudo é a sua ação. As pessoas de sucesso já caíram várias vezes, mas levantaram e continuaram. Seja uma pessoa de sucesso!

Dica 25: Planeje-se

Saber da sua realidade e sua meta realizadora, muita gente sabe, mas saber se planejar para alcançar seus objetivos, é o que a maioria das pessoas esquecem de fazer. Faça um planejamento detalhado para alcançar suas metas, coloque no papel, trace objetivos a curto, médio e longo prazo e foque em alcança-los. Planejamento+ Foco+Persistências = ? Qual o resultado desta equação?

Dica número 26: Faça acontecer

Estamos na reta final das nossas dicas, e eu te pergunto: o que ficou pra depois? O que falta você tomar a atitude e realizar? O que falta você colocar em prática e simplesmente fazer acontecer? Lembre-se você é responsável por tudo aquilo que acontece com você.Se quer resultados diferentes, precisará agir diferente.

Dica número 27: Foque em resultados

Alguns comportamentos são indispensáveis para o sucesso do seu consultório, ser focado em resultados é um deles. Enquanto você não tiver metas bem definidas e agir em torná-las reais, seu consultório poderá fracassar. Digo isso porque deve-se ter um olhar bem apurado daquilo que está ou não funcionando em seu negócio. Certifique-se que as estratégias adotadas estão dando resultados satisfatórios. Tente sempre mesurar os resultados, fazer acompanhamento dos gastos e se preciso for tome medidas que irão favorecer na saúde do seu consultório.

Dica número 28: Seja positivo

Encare os obstáculos do seu negócio de forma otimista, fale do seu consultório positivamente. Já sabemos que as pessoas tendem a se aproximar daquilo que dá certo, por isso se você tende a desanimar ou reclamar das dificuldades da sua profissão, inverta a forma de encarar as coisas e colha os bons frutos deste novo comportamento.

Dica 29: Inspire pessoas

Veja o quanto poderá ajudar as pessoas ao seu redor se você for capaz de inspirá-las, pra isso exige entender a razão do seu trabalho, o motivo pelo qual você faz o que faz, Independente de ganhar mais dinheiro ou clientes, porque isso é resultado, é entender por que você acorda todos os dias e vai trabalhar. Seja a pessoa que todos gostam de ouvir!

Dica número 30: Qual a sua sugestão?

Chegamos ao final das super 30 dicas, foram 30 dias com postagens diárias com um único objetivo: ajudar VOCÊ a alcançar suas metas dentro do consultório. Espero que elas tenham sido útil e motivo de reflexão e mudança de comportamento. Quero agradecer a participação de cada um de vocês, tanto nos comentários, curtidas e na divulgação do grupo. Tenho recebido e-mails e mensagens in box de agradecimento pela ajuda que o grupo está proporcionando e isto me deixa MUITO feliz. Mas agora eu quero fazer da última dica algo realmente especial, quero gravar um vídeo, mas gostaria que vocês dessem sugestões sobre temas que deverão ser abordados. Posso contar com o seu apoio? Deixe seu comentário em nossa comunidade no facebook, que ainda esta semana gravarei o vídeo. Grande abraço!

Veja também – Curso Consultório de Sucesso

Ana Paula Rocha (Perfil Pessoal)

Página no Facebook

Psicólogo Clínico e Online (CRP 04/25443), Mestre (UFSJ), Doutor (UFJF), Instrutor de Mindfulness (Unifesp), Coach e Presidente do Instituto Felipe de Souza. Como Professor no site Psicologia MSN venho ministrando dezenas de Cursos de Psicologia, através de textos e Vídeos em HD. Faça como centenas de alunos e aprenda psicologia através de Vídeos e Ebooks! Loja de Vídeos e Ebooks. Você pode também agendar uma sessão de Coaching Online via Skype, Relacionamentos ou Carreira (faculdade). E não se esqueça de se inscrever em nosso Canal no Youtube! Email - [email protected] - (12) 3042-0336 - Whatsapp (35) 99167-3191 - Snapchat: psicologiamsn