Se alguém te magoou, não deixe a mágoa com você. Nem que seja por egoísmo, perdoe. Afinal, quem vai sofrer com a mágoa é você e não a pessoa que te magoou, que te causou tristeza ou sofrimento.

Leia abaixo, uma excelente técnica da psicologia para perdoar. Lembre-se que praticar sempre o perdão é tão saudável quanto comer e dormir bem e praticar exercícios – por exemplo. Por isso, cuide-se de si mesmo e passe a perdoar mais!

Descobri no Livro de Jack Kornfield, A psicologia do Amor uma ótima forma de praticarmos o perdão:

Sente-se confortavelmente em um lugar em que não haja interrupções. Feche os olhos e deixe a respiração ficar natural e fácil. Relaxe o corpo e a mente. Respirando, prestando atenção na região do coração, sinta as barreiras criadas para não sentir as emoções por não ter perdoado, nem a si mesmo, nem aos outros.

Veja a dor que há, por não ter perdoado. Então, comece a pedir e a oferecer perdão, recitando as palavras a seguir, deixando que as imagens e sentimentos que aparecerem se aprofundem enquanto as repete:

Pedindo perdão aos outros

Recite: De muitas maneiras eu magoei e prejudiquei outras pessoas, eu as traí ou abandonei, causando-lhes sofrimento, consciente ou inconscientemente, motivado por minha dor, medo, raiva e confusão.

Permita-se lembrar e visualizar as maneiras pelas quais você magoou outras pessoas. Veja e sinta a dor que causou a elas, motivado por seu medo e confusão. Sinta a sua própria tristeza e arrependimento. Perceba que finalmente você pode libertar essa carga e pedir perdão.

Visualize cada lembrança que ainda sobrecarrega o seu coração.

E então, para cada pessoa em sua mente, repita: Eu peço perdão. Eu peço perdão.

Oferecendo perdão a si mesmo

Recite: De muitas maneiras eu magoei e prejudiquei a mim mesmo. Eu me traí e abandonei muitas vezes, por meio do pensamento, palavra ou ato, conscientemente ou inconscientemente.

Sinta como são preciosos o seu próprio corpo e sua vida. Permita-se ver as maneiras pelas quais você se magoou ou prejudicou.

Visualize-as, lembre-se delas.

Sinta a tristeza que você carregou por causa disso e perceba que pode liberar essa carga. Ofereça perdão para cada uma das situações, uma a uma.

Repita para si mesmo: Pelas maneiras em que eu magoei a mim mesmo por meio de ação ou inação, motivado por medo, dor e confusão, eu agora ofereço um perdão pleno e sincero. Eu perdoo a mim mesmo, eu perdoo a mim mesmo.

Oferecendo o perdão àqueles que magoaram ou prejudicaram você

Recite: De muitas maneiras eu fui prejudicado por outras pessoas, maltratado ou abandonado, por meio do pensamento, palavra ou ato, consciente ou inconscientemente.

Permita-se visualizar e lembrar dessas inúmeras maneiras. Sinta a tristeza que você carregou deste passado e perceba que você pode liberar essa carga de dor oferecendo perdão sempre que seu coração estiver pronto.

Agora diga para si mesmo: Eu agora me lembro das inúmeras maneiras em que outras pessoas me magoaram ou prejudicaram, me feriram, motivadas pela dor, medo, confusão e raiva.

Eu carreguei essa dor em meu coração por tempo demasiado. À medida em que estou pronto, ofereço perdão a você. Para aqueles que me prejudicaram, eu ofereço meu perdão, eu perdoo vocês.

Fonte: A Psicologia do Amor – Jack Kornfield

Psicólogo Clínico e Online (CRP 04/25443), Mestre (UFSJ), Doutor (UFJF), Instrutor de Mindfulness (Unifesp), Coach e Presidente do Instituto Felipe de Souza. Como Professor no site Psicologia MSN venho ministrando dezenas de Cursos de Psicologia, através de textos e Vídeos em HD. Faça como centenas de alunos e aprenda psicologia através de Vídeos e Ebooks! Loja de Vídeos e Ebooks. Você pode também agendar uma sessão de Coaching Online via Skype, Relacionamentos ou Carreira (faculdade). E não se esqueça de se inscrever em nosso Canal no Youtube! Email - [email protected] - (12) 3042-0336 - Whatsapp (35) 99167-3191 - Snapchat: psicologiamsn