Muitas pessoas tem vontade de fazer a faculdade de psicologia para, depois da formação, trabalhar com crianças. Recebo muitos emails e comentários em nosso Canal no Youtube sobre como se especializar nesta área. Neste texto, descreverei os 4 principais caminhos dentro da psicologia infantil.

A criação do conceito de infância

Antes de começarmos, gostaria de indicar um livro fantástico sobre o conceito de infância chamado História Social da Criança e da Família, de Philippe Ariès. Como, na nossa cultura, nós aprendemos desde sempre que uma criança é uma criança, que existe infância, acabamos não percebendo que esta noção é uma construção cultural. Outras culturas – e sociedades antigas – pensavam que as crianças eram como pequenos adultos. Este era um dos motivos, por exemplo, para que as crianças trabalhassem desde cedo, com 4, 5 anos. Fica aqui a indicação do livro para quem quiser se aprofundar neste fascinante tema.

De toda forma, para nós, parece haver uma demarcação clara no desenvolvimento físico e psíquico de um indivíduo desde o nascimento até a puberdade – quando começa a adolescência. Mas esta “clara” demarcação, conforme explicada por Ariès, foi sendo elaborada ao longo dos últimos cinco séculos, com o conceito de indivíduo, com a construção da escola, com a industrialização, com a divisão das casas em quartos, etc.

Para os nossos propósitos deste texto, é suficiente fazer esta demarcação do nascimento até a puberdade como definição do período da infância.

Fazer psicologia para trabalhar com crianças

Portanto, se falamos de psicologia da infância ou psicologia infantil estaremos nos referindo aos profissionais que estudam este período ou trabalham com indivíduos que estão dentro desta faixa etária. E, neste caso, existem 4 áreas principais:

1) Psicologia Clínica

O psicólogo clínico é aquele profissional que trabalha em consultório, clínica ou organização, individualmente ou em grupo. As demandas de atendimento são muito variadas e, como se trata de crianças que nem sabem o que é a psicologia, o problema será percebido pelos pais ou responsáveis. É comum que o psicólogo atenda também estes para fazer a avaliação e faça sessões com as crianças intercaladas com os responsáveis para saber como está o andamento do caso.

2) Psicologia da Família

Muitos dos problemas ou dificuldades das crianças advém da sua inserção em um meio ambiente, em uma família ou grupo social. Embora alguns transtornos sejam atribuídos mais à causas genéticas, fica bastante evidente que o ambiente também influencia e mantém certos comportamentos disfuncionais.

Um exemplo simples, uma criança obesa – ainda que tenha uma propensão genética – é quase que certamente obesa devido ao seu ambiente que proporciona uma alimentação desregrada e insalubre.

O psicólogo que trabalha com famílias atende não só a criança, mas os outros membros que fazem parte do núcleo familiar. Uma das opções de especialização é a psicologia familiar sistêmica.

3) Psicologia e Psicopatologia

Outra possibilidade para trabalhar com crianças é se tornar especialista em um único transtorno mental, como, por exemplo, o autismo. Na medida em que conhecer tudo de tudo se torna inviável, o profissional pode optar por ser um super especialista em um tipo de doença mental e estudar e/ou trabalhar somente com a sua área de domínio.

4) Psicologia Escolar (e Psicopedagogia)

Uma boa parte da demanda que chega ao consultório consiste em dificuldades de aprendizagem ou problemas relacionados à escola. Razão pela qual uma outra área é a psicologia escolar (ou educacional) e a psicopedagogia.

O trabalho pode ser feito em consultório particular ou no próprio ambiente educacional, como creches ou escolas.

O estudo acadêmico da infância

Quando recebo emails de pessoas interessadas em trabalhar com crianças, fazendo psicologia, entendo que a ideia inicial é atuar diretamente. Mas uma outra opção é trabalhar dentro do ambiente acadêmico com pesquisas científicas sobre a infância.

Quase que todas as abordagens e disciplinas da psicologia tornam-se opções. Existe a psicologia do desenvolvimento, a psicanálise de Freud (que analisou também o desenvolvimento infantil), a psicologia da educação e a sua relação com a pedagogia, a psicologia jurídica que envolve questões de mediação, guarda, abusos, etc.

Nesta quinta opção, o trabalho é menos prático e mais teórico. Pesquisas podem ser realizadas em laboratórios dentro das universidades ou em campo. O objetivo é produzir conhecimento para que outros profissionais tenham mais habilidades e condições de atuação.

Conclusão

A psicologia, como ciência e como profissão, possibilita para o recém-formado muitas áreas de atuação. No que tange à psicologia que centra-se no período da infância, as opções também são variadas. As principais são: a psicologia clínica, a psicologia da família, a psicologia escolar e a psicopedagogia e a psicopatologia (a escolha de tratar e estudar um transtorno específico); bem como há a possibilidade de estudar academicamente cada uma destas.

Depois de ter o diploma de graduação, o profissional já poderá começar a atuar em qualquer uma destas áreas. E isso responde a uma pergunta que recebo, se é preciso se especializar para atuar. A resposta é: não. Porém, uma pós-graduação de especialização, um mestrado ou um doutorado ajudam a ter mais conhecimentos, a ter uma rede maior de contatos, e a aperfeiçoar as habilidades de atuação. Portanto, embora não seja uma exigência, mais anos de estudo são sempre bem vindos.

Dúvidas, sugestões, comentários, por favor, escreva abaixo!

Psicólogo Clínico e Online (CRP 06/145929), Mestre (UFSJ), Doutor (UFJF), Instrutor de Mindfulness e Pós-Doutorando (Unifesp), Coach e Presidente do Instituto Felipe de Souza. Como Professor no site Psicologia MSN venho ministrando dezenas de Cursos de Psicologia, através de textos e Vídeos em HD. Faça como centenas de alunos e aprenda psicologia através de Cursos em Vídeo e Ebooks! Loja de Vídeos e Ebooks. Você pode também agendar uma sessão de Coaching Online via Skype, Relacionamentos ou Carreira (faculdade), fazer o Programa de 8 Semanas de Mindfulness Online e Orientação Profissional Online. E não se esqueça de se inscrever em nosso Canal no Youtube! Email - [email protected] - Agendar - Whatsapp (11) 9 8415-6913