No texto de hoje pretendo escrever sobre este tema que é tão polêmico: Traição. A palavra vem de origem latina traditione que significa entrega de alguma coisa que pode prejudicar o outro. A traição é definida como o ato de trair, falta de lealdade, fidelidade ou confiança. É importante ressaltar que a traição só ocorre quando existe uma relação de confiança (relacionamentos afetivos).

lipstickOnCollar

Id, Ego e Superego

Na psicanálise existem três estruturas psíquicas sendo: ID, Ego e Superego. Na instância do ID entendemos que estão nossos instintos mais primitivos. O Superego seria a moral que temos com nós mesmo e com o mundo externo. E o ego é o mediador de nossos instintos e de nossa moral. Para ilustrar melhor isso é só imaginarmos aquilo que vemos nos desenhos animados e nos filmes onde existe um personagem pensando e surge um diabinho e um anjinho. O diabinho seria o ID e o anjinho o Superego, o personagem é o Ego.

Voltando a questão da traição, podemos aludir ao fato de serem pessoas que agem mais pela instancia do ID, ela ocorre por diferentes formas e por inúmeros motivos. Normalmente a traição acontece quando algo não está bem no relacionamento, o erro comum que desencadeia a traição é idealizar o outro e não ver ele como realmente é. Já ouvi relatos em que a pessoa dizia que traia porque o cônjuge não fazia nada por ela.

Mesmo que a pessoa traia o outro, na verdade está traindo a si mesmo, a traição revela a forma inconsciente de que não está indo bem seu relacionamento. Podemos investigar a traição como algo no passado que o traidor na verdade foi traído de forma consciente ou inconsciente. E é preciso identificar qual o disparador deste desejo de trair.

As pessoas que estão habituadas a trair seus companheiros e não deixar nenhum tipo de rastro, normalmente se sentem muito bem e inteligentes pois o parceiro(a) não percebeu nada, contudo desde criança somos ensinados a entender traição como algo ruim e de forma consciente pode ser que o traidor possa até se convencer de que trair não é algo ruim, mas o inconsciente ninguém engana.

Bruno Ricardo Pereira Almeida

CRP: 06/119079 Psicólogo Clínico www.psicologobruno.com.br E-mail: [email protected] Tel: (15) 3521-2358 / (15) 9 9681-5009

Psicólogo (CRP 06/119079), Especialista em Psicanálise, Pós-graduado em RH, Palestrante e Consultor de Empresas. Visite meu site - Superando Desafios