As pessoas fazem exames anualmente com médicos para verificar a saúde física. A cada seis meses é necessário ir ao dentista para verificar a saúde bucal. As academias estão lotadas com pessoas que querem ser saudáveis e cuidar do corpo. Mas e a saúde emocional como fazemos para checar ou melhorar?

Infelizmente observamos que as pessoas só vão ao psicólogo quando não estão bem emocionalmente. As pessoas se enganam ao pensar em procurar a psicoterapia só quando estão em momentos de dificuldades

Entendemos a saúde emocional como o equilíbrio de nossas funções psicológicas, podemos dizer que quem está saudável emocionalmente é aquele indivíduo que tem controle e gerenciamento de suas emoções e não possui nenhum distúrbio emocional.

Gostaria de refletir junto com vocês como é realizado o processo terapêutico.

saude-emocional

Como é realizado o processo terapêutico?

A principio o indivíduo vem pra terapia quando esta desestruturado e precisa de ajuda para melhorar sua qualidade de vida.

No primeiro encontro é feito uma entrevista para verificar e analisar a queixa do paciente, nas sessões seguintes é estabelecido o vinculo terapêutico, onde o paciente entende que o psicólogo é aquele que não julga, é empático, congruente e está para fazê-lo refletir.

Depois de estabelecido o vinculo terapêutico é que se inicia o processo terapêutico onde existe o que chamamos de transferência do paciente no psicólogo, isto é, deposita no psicólogo de forma inconsciente seus aspectos que necessitam serem trabalhados.

Na maioria dos casos, o psicólogo age como um bombeiro que precisa apagar o fogo. Quando este fogo é apagado se inicia então o processo terapêutico onde o paciente irá entrar em contato com suas emoções, refletir sobre sua vida, se autoconhecer e ver outros caminhos.

O que quero dizer é que se o tratamento psicoterapêutico fosse iniciado antes de iniciar o fogo haveria uma estrutura mais significativa na vida do paciente. Assim, o mesmo não precisaria de muitas sessões de terapia. Por isso para cuidar da sua saúde emocional é preciso ter consciência de suas limitações.

Conclusão

Para finalizar gostaria de refletir junto com vocês: Como anda sua vida emocional? Como está seu emprego? Como está seu relacionamento? Como está sua vida social? Tem se dedicado mais ao trabalho ou a família? O que te impede de ser feliz?

Psicólogo (CRP 06/119079), Especialista em Psicanálise, Pós-graduado em RH, Palestrante e Consultor de Empresas. Visite meu site - Superando Desafios