Dicas de livros para ganhar mais dinheiro, criar renda passiva e viver de renda. Que o trabalho se transforme em um hobby, em uma diversão, em uma forma de contribuir com a sociedade e não uma necessidade para pagar as contas!

Olá amigos!

Quando eu estava no mestrado, tive uma curiosa conversa com minha orientadora. Ela disse que, pelo tempo que temos na graduação e na pós (mestrado e doutorado), temos que selecionar as leituras e, não raro, temos que ler apenas um ou outro capítulo de um livro.

Assim, em muitos sentidos, o conhecimento acaba sendo fragmentado. Nietzsche dizia que a filosofia é mais metáfora do que estruturação lógica, ou seja, através de algumas imagens, estes brilhantes pensadores foram criando seus conceitos e, deste modo, poderíamos retraçar da lógica e chegar nas imagens centrais.

Digo isto porque, em um livro, frequentemente guardamos uma ou outra informação importante. E, apesar de parecer pouco, o conhecimento fragmentado e metafórico vai se construindo e vamos criando a nossa forma de ver o mundo.

Hoje, gostaria de compartilhar com vocês 5 livros que tratam especificamente do tema do enriquecimento. Espero que gostem!

renda-passiva

1) Pai Rico, Pai Pobre – Robert Kiyosaki

Este é o primeiro livro que gostaria de indicar porque divide a mentalidade de quem ganha dinheiro (pai rico) e a mentalidade de quem não ganha dinheiro (pai pobre). Como tudo começa no pensamento, entender os princípios que estão por debaixo destes dois tipos de mentalidade é fundamental para que possamos compreender qual é a nossa mentalidade atual e como podemos mudá-la.

Também gosto da definição de renda passiva e de riqueza. Renda passiva é fazer o dinheiro trabalhar para você. Por exemplo, se você consegue um rendimento no banco que lhe renda 1% ao mês, por juros compostos, em 8 anos você terá o dobro do seu investimento inicial. Se você investiu 100 mil, terá depois de 8 anos, 200 mil. Você não trabalhou, o dinheiro trabalhou para você.

A definição do autor, Robert Kiyosaki, é que a pessoa rica é aquela que tem rendimentos passivos mensais que ultrapassam o seu custo mensal de vida.

Por exemplo, vamos imaginar uma família que gaste exatos 5 mil reais por mês. Se esta família tiver rendimentos ou renda (através de ações, negócios próprios, juros, aluguéis, etc) que lhe rendam mais de 5 mil reais por mês, será uma família rica.

Independentemente de ser 5 mil, 50 mil ou 1000 reais, a definição de riqueza é simples. Ter um montante de dinheiro investido que supere os gastos mensais. Com isso, não é necessário trabalhar pelo dinheiro, o dinheiro sempre trabalha – todo mês – para pagar as contas.

Interessante notar que muitas pessoas, ao começar a enriquecer começam a gastar além do que podem. Embora o seu nível de vida possa estar subindo, elas não estão ficando mais ricas, estão ficando mais pobres. E é fácil de notar isso, quando perdem o emprego que era a principal fonte de renda.

Portanto, para sair do que chama de corrida de ratos (ter que trabalhar com o próprio esforço para pagar as contas), Kiyosaki ensina o princípio fundamental para ganhar mais dinheiro: investir e criar rendimentos passivos até que estes superem os custos mensais.

2) Dobre seus lucros

Este foi um livro que encontrei por acaso no Ibooks e achei fantástico. O autor, Bob Fifer, definiu os objetivos no sub-título: Como reduzir os custos, aumentar as vendas e melhorar drasticamente os resultados da sua empresa em seis meses.

Se formos parar para pensar, existem duas formas de aumentar a renda passiva e sair da “corrida de ratos”:

1) Aumentar os lucros

2) Diminuir os custos

Apesar de que o livro de Fifer é indicado para administradores, empresários e donos de negócios em geral, podemos utilizar os seus princípios na economia doméstica. Dividido em 78 dicas, ele mostra como alterar o comportamento, até os mais simples, representa um importante impacto nos contas em um período anual.

Por exemplo, em uma grande empresa, ele conseguiu reduzir em 50% o custo com materiais de escritório e, com isso, a empresa aumentou o seu lucro em mais de 2 milhões de dólares em 12 meses. Pois é evidente, se você reduzir o custo, a diferença que será economizada representará dinheiro em caixa.

Outro exemplo, é possível encontrar em produtos e serviços descontos de até 30% por cento. E, assim, de pouco em pouco, economizando nos gastos, aumenta-se a renda e a possibilidade de investimento.

Na parte de aumentar os lucros, ele também dá diversas dicas de como aumentar o preço, encontrar melhores clientes e divulgar o seu produto ou serviço, dicas estas que fazem toda a diferença no resultado final.

3) O mensageiro milionário

Para quem não tem uma empresa, (e também para quem tem um negócio) eu recomendo o livro O mensageiro milionário. A fórmula do livro e simples e pode ser resumida no seguinte: todos nós, ao longo da vida, vamos acumulando conhecimentos e sabedoria. Estes conhecimentos e esta sabedoria pode ser transmitida para centenas, milhares, milhões de pessoas e, neste processo, podemos ganhar e aumentar a nossa renda.

O setor de serviços de consultorias em empresas, por exemplo, cresce a cada ano. Com a internet, todos conseguem divulgar o que sabem a um baixo custo e podem vender espaços de anúncio, acesso premium, ebooks e lucrar. Outra ideia que nunca sai de moda é dedicar-se um tempo maior e escrever um livro e publicá-lo. Um livro bem feito será uma renda passiva que poderá pagar as contas por décadas…

Veja também – Como criar um blog e ganhar dinheiro sendo um parceiro do Google

4) As 10 Principais Diferenças entre os Milionários e a Classe Média – Keith Cameron Smith

Este livro, de título provocativo, pretende mostrar as principais diferenças entre quem ganha muito dinheiro e quem ganha apenas o suficiente para pagar as contas e fica oscilando entre ter um sobra e perto de ter que emprestar, pagando juros do cheque especial ou do cartão de crédito.

Veja as principais diferenças:

1) Milionários se colocam perguntas desafiadoras (classe média não)

2) Milionários procuram aumentar a sua rede de contatos (classe média não)

3) Milionários tem múltiplas fontes de renda (classe média tem apenas uma única fonte de renda)

4) Milionários acreditam que tem que ser generosos (classe média não pode ser generosa)

5) Milionários trabalham por lucros (classe média trabalha por salários)

6) Milionários continuamente aprendem (classe média pensa que a aprendizagem acaba com o Ensino Médio)

7) Milionários tomam riscos calculados (classe média tem medo de riscos)

8) Milionários abraçam a mudança (classe média é ameaçada pela mudança)

9) Milionários conversam sobre ideias (classe média conversa sobre outras pessoas)

10) Milionários pensam no longo prazo (classe média pensa no curto prazo).

Somente esta última diferença, entre a concepção de longo prazo e a concepção de curto prazo, penso que já vale o dinheiro investido na compra do livro. Se você parar para observar, de verdade, pensará que esta é uma verdade incontestável e varia do mais pobre, que tem que pensar no que vai comer no dia, passando pela classe média que tem que pensar se o dinheiro vai sobrar até o fim do mês, e à medida em que a renda aumenta, se pensa no próximo ano ou até nos próximos 10, 20 anos.

Saiba mais aqui – Descubra as diferenças entre os mais ricos e os mais pobres

5) Trabalhe 4 horas por semana

Sobre este livro, que indico fortemente, também já escrevi o seguinte texto – Trabalhe 4 horas por semana – Resenha Completa

Conclusão

Ao contrário do que pode parecer para quem não é tão atento, ganhar dinheiro não é uma questão de ter herdado uma condição ou uma questão de sorte ou oportunidade. Evidente que ter nascido em um berço de ouro, ter possibilidade de começar facilita, mas é claro que não é tudo.

Isto fica ainda mais visível quando ficamos sabendo que muitos filhos de milionários são, na verdade, pobres – considerando a definição de gastar menos do que se ganha, investir o que sobra até que a renda passiva sobrepuje os gastos mensais.

Por isso, não é tão incomum ver pessoas que aparentavam ter tudo, perder tudo. Executivos que ganham mais de 100.000 por mês sem nada, só dívidas e talvez uma casa. Ao perder o emprego de executivo, tem que voltar a empregos inferiores para sobreviver. (Estes dias vi uma matéria de um ex-executivo que estava tendo que fritar hamburger e estava ganhando um valor mínimo).

E, assim, pensando no longo prazo, e utilizando as principais dicas dos livros citados neste texto, podemos começar a criar a nossa renda passiva e, então, inverter a lógica: não trabalhar para ganhar dinheiro, mas fazer o dinheiro trabalhar para nós.

Que o trabalho se transforme em um hobby, em uma diversão, em uma forma de contribuir com a sociedade e não uma necessidade para pagar as contas!

Dúvidas, críticas, sugestões, comente abaixo:

Psicólogo Clínico e Online (CRP 06/145929), Mestre (UFSJ), Doutor (UFJF), Instrutor de Mindfulness e Pós-Doutorando (Unifesp), Coach e Presidente do Instituto Felipe de Souza. Como Professor no site Psicologia MSN venho ministrando dezenas de Cursos de Psicologia, através de textos e Vídeos em HD. Faça como centenas de alunos e aprenda psicologia através de Cursos em Vídeo e Ebooks! Loja de Vídeos e Ebooks. Você pode também agendar uma sessão de Coaching Online via Skype, Relacionamentos ou Carreira (faculdade), fazer o Programa de 8 Semanas de Mindfulness Online e Orientação Profissional Online. E não se esqueça de se inscrever em nosso Canal no Youtube! Email - [email protected] - Agendar - Whatsapp (11) 9 8415-6913