Olá amigos!

Neste texto, vamos falar a respeito do conceito de inteligência emocional. Talvez você já tenha ouvido falar neste termo, mas será que você sabe o que é e quem o criou?

Desde o nascimento da psicologia que os psicólogos trabalham com a ideia de inteligência. Porém, a inteligência sempre estava ligado ao raciocínio lógico. Testes como o de Binet avaliavam o Quociente de Inteligência, o QI. Com o tempo, ficou claro que pensar a nossa capacidade cognitiva apenas através do raciocínio lógico era uma perspectiva limitada. De forma que no final do século XX, outras perspectivas começaram a surgir, identificando outros tipos de inteligência.

Daniel Goleman criou então o conceito de inteligência emocional (QE, Quociente Emocional) para contrapor a ideia de que a nossa inteligência é apenas intelectual. O Quociente Emocional ou a Inteligência Emocional descreve a capacidade (ou incapacidade) de nos ligarmos aos outros seres humanos. Em outras palavras, a Inteligência Emocional corresponde ao modo como nós nos entendemos a nós mesmos e como nos conseguimos estabelecer relações com as outras pessoas.

Ou seja, quando falamos em Inteligência Emocional estamos pressupondo dois aspectos fundamentais:

– Inteligência Intrapessoal: diz respeito à autocompreensão, ao autoconhecimento. Será que nós conhecemos as nossas capacidades, pontos positivos e negativos e conseguimos entender como os outros nos enxergam? O prefixo “intra” indica para dentro, a compreensão de si por si mesmo.

– Inteligência Interpessoal: diz respeito à capacidade de entender as necessidades e pontos de vistas alheios. E, à partir das diferenças individuais, estabelecer contatos com as pessoas que estão ao nosso redor, como família, amigos, colegas de estudo ou trabalho, etc.

Origem do Conceito de Inteligência Emocional

O autor que tornou popular o conceito de Inteligência Emocional foi, portanto, Daniel Goleman. Howard Gadner havia criado antes a ideia de que podemos ser inteligentes também em outras esferas de atuação, para além do pensamento abstrato. Ele descreve, em seu livro Inteligências Múltiplas, 9 Tipos de Inteligência:

1) Lógica-Matemática

2) Espacial

3) Linguística

4) Corporal-cinestésica

5) Musical

6) Intrapessoal

7) Interpessoal

8) Naturalística

9) Existencial

Ampliando o trabalho de Gadner, Goldman focou nas inteligências Intrapessoal e Interpessoal. Por isso, podemos definir Inteligência Emocional como sendo o conjunto da Inteligência Intrapessoal mais Interpessoal.

Impacto do Conceito de Inteligência Emocional

Embora nas faculdades de psicologia possamos encontrar diversas críticas ao trabalho de Goleman, devemos reconhecer que todo o seu trabalho teve um enorme impacto, especialmente na área de Recursos Humanos.

Quando estava fazendo a faculdade de psicologia, em São João del-Rei, tive muito contato com os estudantes de Engenharia (Mecânica e Elétrica). Em um de meus estágios na área de Recursos Humanos, certa vez fizemos uma simulação de processo seletivo para os alunos destas engenharias que estavam para se formar. Como é uma área do conhecimento muito técnica e exata, quem se destaca no mercado de trabalho não é quem tem mais conhecimento teórico, mas sim que tem mais Inteligência Emocional. Isto porque na maior parte das indústrias, os cargos para engenheiros, mais do que cargos técnicos, são cargos gerenciais, de liderança, que exigem da pessoa uma grande capacidade de relacionamento. Isto faz com que a pessoa que tenha esta capacidade desenvolvida consiga vagas e supere outros candidatos que tenham mais conhecimento teórico, mas pouco traquejo social.

Através deste exemplo, podemos ver como o conceito de Inteligência Emocional é uma ferramenta útil no ambiente organizacional. Uma empresa que queira contratar um engenheiro, evidentemente vai avaliar o seu conhecimento específico da sua graduação, talvez avalie a habilidade de falar uma língua estrangeira, mas o diferencial maior estará na Inteligência Emocional. Empresas que investiram no desenvolvimento da Inteligência Emocional dos seus funcionários notaram logo o retorno positivo do investimento, com o aumento nas vendas, na satisfação dos clientes e em produtividade.

Como avaliamos a Inteligência Emocional?

Bem, como psicólogos organizacionais somos treinados a fazer a avaliação psicológico em entrevistas individuais, testes psicológicos e dinâmicas de grupo. As dinâmicas são muito úteis pois simulam uma situação real, aonde o candidato vai expressar a sua personalidade. Avaliando a inteligência emocional teremos duas vezes mais possibilidades de prever o comportamento futuro do que com a inteligência emocional, segundo pesquisas nos EUA.

Para a avaliação, podemos usar o seguinte quadrante:

                                                           Competência Pessoal                                      Competência Relacional

Conhecimento                             Autoconhecimento                                          Conhecimento do Outro

Gestão                                              Autocontrole                                                      Criação de Relacionamentos

Autoconhecimento: como você percebe a si mesmo? Você conhece seus pontos fortes e fracos? Conhece o modo como os olhos veem quem você é? Você é confiante sobre suas habilidades e talentos?

Autocontrole: como você controla suas emoções e comportamentos? Como os seus valores tem impacto em suas ações? Você toma iniciativa para resolver problemas?

Conhecimento do Outro: quão bem você consegue conhecer as outras pessoas e suas fraquezas e pontos fortes, necessidades, valores, emoções, preferencias? Você consegue “ler” as emoções das outras pessoas, individualmente ou em grupo? Consegue antecipar o que outro vai fazer ou dizer em seguida? Consegue ouvir pensamentos e opiniões diferentes das suas?

Criação de Relacionamentos: você consegue ajudar as outras pessoas a dar o melhor de si? Você consegue criar relacionamentos saudáveis e provocar mudanças que sejam positivas para todos? Você consegue influenciar os outros com sua paixão e visão?

Psicólogo Clínico e Online (CRP 06/145929), formado há 14 anos, Mestre (UFSJ) e Doutor (UFJF), Instrutor de Mindfulness, Coach e Presidente do Instituto Felipe de Souza. Como Professor no site Psicologia MSN venho ministrando dezenas de Cursos de Psicologia, através de textos e Vídeos em HD. Faça como centenas de alunos e aprenda psicologia através de Cursos em Vídeo e Ebooks! Loja de Vídeos e Ebooks. Você pode também agendar uma Sessão Online via Skype, Problemas de Relacionamentos ou Orientação Profissional e Coaching de Carreira , fazer o Programa de 8 Semanas de Mindfulness Online. E não se esqueça de se inscrever em nosso Canal no Youtube! e Instagram! Email - [email protected] - Agendar - Whatsapp (11) 9 8415-6913