Olá amigos!

Continuando a nossa série de textos sobre Orientação Profissional, hoje vamos falar a respeito da pós-graduação. Durante a graduação ou depois de formar, uma dúvida comum de profissionais e estudantes de todas as áreas é qual pós-graduação é melhor fazer. Dada a minha experiência – sou mestre, estou fazendo doutorado e já cursei uma pós-graduação de especialização – creio que posso ajudar quem está em dúvida. As dicas deste texto valem não só para a psicologia como para todos os ramos do conhecimento.

Toda decisão exige que conheçamos as possibilidades. Então vejamos primeiro quais são as possíveis pós-graduações disponíveis:

Tipos de Pós-Graduação

Antes de falarmos dos tipos de pós-graduação é importante frisar que os cursos de pós são para quem já está formado no Ensino Superior. Por este motivo possuem este nome pós-graduação, quer dizer, são cursos para serem feitos após a graduação. Com isso, para qualquer processo seletivo, as faculdades e universidades pedem que o candidato tenha um diploma de graduação.

Porém, aqui as coisas já começam a se complicar, ou melhor, começam a ficar mais interessantes. Veja a pergunta:

É possível ter o diploma de graduação em uma área e fazer pós-graduação em outra?

Sim. Porém, tudo vai depender do que a faculdade ou universidade vai exigir. Por exemplo, é possível fazer pós-graduação em direito sendo formado em engenharia – desde que o curso permita que alguém formado na área de exatas – engenharia – se inscreva. Se um engenheiro vai poder atuar, depois do curso, na área própria dos advogados já é uma outra questão que deve ser pesquisada antes de se fazer a matrícula.

Mas antes de entrarmos no tópico específico com as dicas para se escolher a pós, vamos falar nos tipos que existem atualmente:

Pós-Graduação Latu Sensu

O nome é um pouco estranho mas o que quer dizer Latu Sensu é simples. Quando fazemos uma pós-graduação latu sensu vamos nos especializar em uma determinada área. Por exemplo, sou formado em psicologia e faço a pós-graduação em psicologia clínica. Esta parte da psicologia vai ser objeto do meu estudo, que vai ser geral por toda a psicologia clínica.

Pós-Graduação Stricto Sensu

Em oposição à Pós-Graduação Latu Sensu a pós-graduação stricto sensu vai ser específica, existindo dois tipos: o mestrado e o doutorado (além do pós-doutorado, o Phd). Então, seguindo o exemplo acima, ao invés de eu estudar a psicologia clínica em geral – com os diversos autores ou a obra geral de um único autor – vou estudar especificamente um único livro, um único tema, um único problema dentro daquela vasta área mais geral.

Na maior parte das vezes, o mestrado e o doutorado são feitos por pessoas que tem o intuito de lecionar, de ser professor universitário.

Mestrado

O mestrado é, portanto, uma pós-graduação stricto sensu e tem a duração de 2 anos. O mestrando cursa disciplinas mais gerais também – como nas especializações latu sensu – que duram, em média, um ano. Depois, no segundo ano, dedica-se a escrever a sua dissertação de mestrado. Um trabalho semelhante ao TCC, Trabalho de Conclusão de Curso, das graduações, porém mais detalhado, completo e maior. Para escrever a dissertação de mestrado, o aluno conta com um orientador ou orientadora que lhe auxiliará a pesquisar o material adequado para responder à pergunta específica do projeto de pesquisa.

Doutorado

O esquema do doutorado é semelhante ao mestrado, variando mais no tempo e amplitude do trabalho final. O doutorado tem uma duração de 4 anos. Em geral, um ano de disciplinas gerais da linha de pesquisa e o restante para a escrita da tese de doutorado. Ao contrário do mestrado – no qual a originalidade não é exigida – no doutorado a pesquisa tem que ser original, ou seja, um trabalho que contribua com o desenvolvimento da ciência ou da área de conhecimento do programa de pós graduação.

Diferenças entre a especialização, mestrado e doutorado

Além da diferença básica entre o nível de profundidade de estudo – a especialização mais geral e o mestrado e doutorado mais específico – uma outra grande diferença é com relação ao pagamento das mensalidades. Geralmente, as especializações são oferecidas por universidades particulares e custam uma média que varia entre meio salário a um salário ou mais. Ou seja, o estudante que visa cursar a pós-graduação para se especializar em um área de conhecimento irá investir um valor para obter o diploma.

Em média, as pós-graduações duram 2 anos ou 24 mensalidades.

Já o mestrado e o doutorado, embora sejam oferecidos por universidades particulares, são tradicionalmente ofertados por universidades públicas. Aqui, ao invés de pagar para estudar, o estudante pode receber bolsas de mestrado (atualmente 1350 reais por mês) e bolsa de doutorado (atualmente 2200 reais por mês) até concluir sua pesquisa. Ainda que a bolsa não seja oferecida talvez para todos os alunos ou durante toda a pesquisa – às vezes consegue-se a bolsa depois de uns meses – a oferta de bolsas de estudo pode ser um diferencial.

Quer receber para estudar? Saiba mais sobre bolsas de estudo

Muitos estudantes utilizam o mestrado e o doutorado como primeiro emprego, como primeiro salário após a faculdade. Entretanto, é importante salientar que o mestrado e o doutorado visam a carreira acadêmica, tornar-se um professor universitário, mais do que a aplicação especifica ao mercado de trabalho em geral como as pós-graduações.

Além disso, o estudante que fizer mestrado ou doutorado em universidade particular, pode vir não só a não pagar as mensalidades como receber do governo também a bolsa de estudos. O procedimento é normalmente feito pela própria universidade ou o aluno pode obter bolsa diretamente da Capes, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.

Que pós-graduação devo escolher?

Depois que já conhecemos os tipos de pós-graduação podemos passar para a dúvida sobre qual pós escolher. Vou dizer um pouco da minha experiência e do modo como eu escolhi, pois creio que podemos simplificar o processo de escolha, desta forma.

Entre pós latu sensu ou stricto sensu, a pergunta que deve ser feita é: “Quero ser um professor a dar aulas em cursos de Graduação, Pós-Graduação, Mestrado e Doutorado?”

Se a resposta for positiva, é certo escolher o mestrado e o doutorado. Serão mais 6 anos de estudos detalhados e específicos para obter o grau de Doutor. Após o doutorado, ainda é possível realizar o Pós-Doutorado – que dura entre alguns meses a 2 anos – e ser Phd. Eu digo que é certo escolher o mestrado e o doutorado pois estes cursos estão diretamente voltados para o ensino superior. Como estamos falando de uma decisão profissional, o objetivo, é claro, é obter um diploma que possa ser útil no mercado de trabalho. E o diploma de mestre e doutor é útil justamente para lecionar em faculdades e universidades.

Porém, é possível fazer o mestrado e o doutorado por outros motivos, como para obter mais conhecimentos ou até para receber as bolsas de incentivo que, na verdade, não são tão baixas. A bolsa de pós-doutorado, por exemplo, paga hoje cerca de 3700 reais por mês.

Nas áreas de exatas, o mestrado também pode ser útil para a especialização mais aprofundada em um determinado conhecimento útil para uma especialidade de trabalho. Eu conheci, certa vez, um engenheiro que fez mestrado em resistência de materiais e trabalhava em uma grande fábrica de aviões. Mas este tipo de formação é um pouco mais rara.Geralmente, as empresas ficam mais satisfeitas de ter um funcionário com pós-graduação (especialista latu sensu) do que um funcionário mestre ou doutor.

Com isto que eu disse acima, a pessoa que não quer ser professor, que não quer lecionar pode escolher uma pós-graduação latu sensu e se especializar em um dos ramos do conhecimento de sua graduação ou de graduações afins. Aqui pode parecer ainda mais difícil escolher com esta ideia de que é possível fazer uma pós-graduação em uma área que não foi exatamente a área da graduação.

Por exemplo, eu posso ter graduação em psicologia e fazer uma pós-graduação em tradução ou história ou filosofia ou economia. Enfim, a lista seria longa demais. O que é necessário, de novo, é saber de antemão os objetivos e se os objetivos podem ser atingidos com o diploma depois do curso ser concluído.

Então vamos lá: se o seu objetivo é apenas obter novos conhecimentos, qualquer pós-graduação que seja do seu interesse será útil. Agora, se o seu objetivo é ter um diploma a mais para lhe diferenciar no mercado de trabalho, tudo vai depender de qual área do mercado de trabalho você quer atuar.

Imagine que eu sou psicólogo e quero trabalhar com psicologia escolar. Com este objetivo em vista, eu posso pesquisar por pós-graduações específicas que juntem as duas áreas psicologia + educação. E, pesquisando a fundo a área, posso passar a ver que melhor do que uma pós em psicologia escolar seria uma pós em psicopedagogia. De forma que a dica é você já ter em mente qual área você quer se especializar para o mercado e, com este objetivo, pesquisar por áreas próximas.

Talvez seja bom primeiro ampliar os horizontes. Ao invés de fechar em psicologia escolar eu posso ampliar e pensar em psicologia + educação, portanto. Com isso, posso pesquisar pós que sejam em educação, pós da área de pedagogia ou até pós que sejam na filosofia da educação. Com isto, eu abro o meu leque de opções e (já tendo limitado pela área), posso ver o que exatamente eu desejo conseguir.

Conclusão

Escolher uma pós-graduação pode ser tão difícil quanto escolher uma graduação, uma faculdade. Isto porque a pós-graduação pode ser em uma área próxima da faculdade, não necessariamente precisa ser na mesma faculdade, pode ser em áreas afins. Além disso, existem alguns tipos de pós-graduação que também podem ajudar a confundir quem está pensando de continuar seus estudos. No texto eu mostro os tipos de pós-graduações (latu sensu ou stricto sensu) e dou dicas de como decidir por uma ou outra forma de pós, além de mostrar o que deve ser pensando antes de tomar a decisão final.

Caso tenha muitas dúvidas, sugerimos o Coaching de Carreira Online via Skype
Veja também os comentários abaixo!

Psicólogo Clínico e Online (CRP 06/145929), Mestre (UFSJ), Doutor (UFJF), Instrutor de Mindfulness e Pós-Doutorando (Unifesp), Coach e Presidente do Instituto Felipe de Souza. Como Professor no site Psicologia MSN venho ministrando dezenas de Cursos de Psicologia, através de textos e Vídeos em HD. Faça como centenas de alunos e aprenda psicologia através de Cursos em Vídeo e Ebooks! Loja de Vídeos e Ebooks. Você pode também agendar uma sessão de Coaching Online via Skype, Relacionamentos ou Carreira (faculdade), fazer o Programa de 8 Semanas de Mindfulness Online e Orientação Profissional Online. E não se esqueça de se inscrever em nosso Canal no Youtube! Email - [email protected] - Agendar - Whatsapp (11) 9 8415-6913