Ao preparar-se para falar em público, reduza toda a sua apresentação a apenas 3 tópicos principais. Deste modo, você terá sempre um norte para seguir e o seu público conseguirá lembrar dos tópicos e elogiará a sua didática.

Olá amigos!

A nossa percepção sensória e a nossa memória estão intrinsecamente ligadas. Da próxima vez que você entrar em uma sala de aula vazia, tente adivinhar quantas cadeiras estão ali no total. É provável que você tenha que chutar um número. Se quisesse saber o número de cadeiras exatamente, teria que contar. Porém, considerando que as cadeiras são idênticas umas às outras, quantas cadeiras você conseguiria contar de uma só vez?

É provável que você conte de 2 em 2, da seguinte forma: 2, 4, 6, 8, 10, 12…34 cadeiras. Algumas pessoas talvez contem de 3 em 3: 3, 6, 9, 12, 15, 18…32, 34. É muito pouco provável que venhamos a encontrar alguém que conte de 4 em 4.

(Evidentemente, estou dizendo de contar em grupo e não de contar o número de cadeiras em uma fileira e depois multiplicar pelo número de fileiras).

Uma outra maneira de entendermos como a nossa percepção é limitada é através do seguinte teste. Quantos pauzinhos há nesta sequência:

I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I I

De novo: você pode chutar. Mas se quiser saber exatamente terá que contar. A tendência é contar de 1 em 1, de 2 em 2 e de no máximo 3 em 3, certo?

É por este motivo que os número romanos são representados até o III e depois mudam para IV:

1 – I

2 – II

3 – III

4 – IV

Veja que se escrevêssemos IIII conseguiríamos ler, mas fica muito mais fácil com dois elementos distintos I e V.

Como a percepção e a memória estão muito ligadas, temos que passar a entender que a nossa memória também possui um limite para agrupar informações. É fácil para nós gravar uma informação, duas, três. Quatro também dá, mas já complica um pouco. Mais do que quatro já representa um excesso. Teremos que iniciar um novo agrupamento.

Se vocês pararem para observar, verão que grupos de informação de mais de 3 tem que ser agrupados, ou de 2 em 2 ou de 3 em 3. Por exemplo, os 7 pecados capitais, os 11 jogadores de um time de futebol, os 9 números de um celular.

Tanto é assim que no nosso Curso 100 Técnicas de Estudo, em que estudamos mais de 20 técnicas sobre como memorizar – e até uma técnica em que é possível memorizar mais de 1000 elementos – vemos que o processo para aperfeiçoar a memória começa com a combinação de dois elementos.

Portanto, se tivermos que falar em público, teremos que utilizar o conhecimento acima. Unindo-o com a Lição anteriores, vamos dizer que temos que preparar uma apresentação levando em conta dois elementos:

1) Criar uma mensagem central curta como uma mensagem do twitter (140 caracteres)

2) Dividir esta mensagem central em 3 pontos principais

Podemos dividir em 4 pontos, mas o ideal é que não passem de 3.

A dica é escrever em um papel tudo o que você deseja falar por tópicos. Dê uma pausa e selecione os 3 principais tópicos que estão intimamente relacionados com a sua mensagem principal. Deste modo, você terá muito mais clareza no que quer informar e o seu público lhe agradecerá por ser claro, sucinto e didático.

Esta técnica, então, pode e deve servir de base para a apresentação como um todo. Podemos dividir a apresentação completa em 3 partes. Podemos dividir cada parte em mais 3 pontos, se isto for necessário também.

Mas o fundamental é ter em mente qual é a mensagem central a ser passada e como esta mensagem pode ser desdobrada ao longo da apresentação em 3 pontos fundamentais. Por sua vez, estes pontos fundamentais podem ser expandidos através de histórias, contos, exemplos, pensamentos de outros autores, citações, etc.

E como já mencionei para vocês em outras Lições: observem. Observem quem fala bem. Observem que não consegue se expressar tão bem. Observem quem parece falar bem – pois fez um curso de oratória e ainda parece um pouco mecânico. Observem a si mesmos.

Observem mais uma fala de Steve Jobs e observem o princípio dos 3 pontos fundamentais. Vocês conseguem descobrir qual é a mensagem central a partir destes 3 pontos?

Conclusão

Na página principal do nosso Curso Grátis sobre como Falar em Público, eu expliquei que iríamos dividir o Curso tendo por base o modelo cognitivo da psicologia cognitiva:

1) Processamento Pós-Evento

2) Exposição situacional

3) Fase antecipatória

Ou seja, depois da apresentação, durante a apresentação e antes da apresentação. Por sua vez, na fase antes da apresentação dividimos em mais 3 Lições:

Lição 8 – A mensagem em um Tweet

Lição 9 – (Esta lição) – A exposição em 3 pontos

Lição 10 – Lidando com a ansiedade

A maioria dos Cursos de oratória segue a cronologia padrão. Começa falando sobre a ansiedade, como preparar a apresentação, como se comportar durante e muito pouco se fala sobre o depois. De toda forma, o nosso sistema é muito melhor porque começa descrevendo a importância de se autoavaliar positivamente depois da apresentação e veio em ordem cronológica inversa passando as técnicas para cada ponto.

Com o tempo, eu descobri que o mais difícil é preparar a apresentação, pois a preparação será muito mais trabalhosa e longa do que a própria apresentação. E não se engane, mesmo que você já fale em público, mesmo que você já seja professor, mesmo que você já tenha em sua cabeça todos os detalhes, você sempre terá que voltar à fase de preparação e gastar tempo nela.

Isto porque na apresentação posterior – se for com a temática que você já apresentou antes – você terá mais informações, mais dados e mais experiência. Com tudo novo, você terá uma nova apresentação.

Além do tempo que temos que nos dedicar para a apresentação, o maior problema é como reduzir o que se sabe para 3 tópicos. Eu aprendi a duras penas que existem algumas alternativas:

– reduzir o tempo da apresentação e dividir o tema total em partes menores. O ideal seria não passar de 15 minutos por aula, mas como sei que isto nem sempre é possível, a dica é tentar realizar pausas ou mudar de estratégias a cada 15 minutos para não cansar a sua audiência.

– reduzir o problema da sua apresentação. Não se engane. Você pode ser a pessoa mais competente em sua área, mas você não conseguirá falar de tudo sobre um assunto. Eu que sou um estudioso na obra de Jung não conseguirei falar sobre toda a sua obra em uma apresentação. Talvez nem seja possível falar de um único volume. Reduza o tema (de um livro) para uma questão. Por exemplo, ao invés de falar sobre o livro Os arquétipos e o inconsciente coletivo é preferível falar sobre uma única questão – O que é arquétipo?

Tiver o prazer de participar de um congresso em que um grande professor de filosofia da USP, Roberto Bolzani, falou sobre Sócrates. Você acha que ele falou sobre toda a história de Sócrates? Não. Ele falou sobre as primeiras páginas – apenas as primeiras! – do Apologia a Sócrates sobre a preparação para a morte. E foi brilhante!

– ter paciência consigo e considerar os limites próprios e os limites do público para gravar mais do que 3 tópicos por vez. Digo isto com sinceridade. Quando vamos estudando, aprendemos muito. Mas temos que ter paciência neste processo e entender que o conhecimento é cumulativo. Não se dá de uma hora para outra. Temos que ter paciência e ir acumulando devagar e sempre. Assim, de nada adianta querer explicar tudo de uma vez. Melhor um pouco. Muito, muito pouco a cada vez.

Na última Lição do nosso Curso, falaremos a respeito de como lidar com a ansiedade antes de falar em público.

Psicólogo Clínico e Online (CRP 06/145929), Mestre (UFSJ), Doutor (UFJF), Instrutor de Mindfulness e Pós-Doutorando (Unifesp), Coach e Presidente do Instituto Felipe de Souza. Como Professor no site Psicologia MSN venho ministrando dezenas de Cursos de Psicologia, através de textos e Vídeos em HD. Faça como centenas de alunos e aprenda psicologia através de Cursos em Vídeo e Ebooks! Loja de Vídeos e Ebooks. Você pode também agendar uma sessão de Coaching Online via Skype, Relacionamentos ou Carreira (faculdade), fazer o Programa de 8 Semanas de Mindfulness Online e Orientação Profissional Online. E não se esqueça de se inscrever em nosso Canal no Youtube! Email - [email protected] - Agendar - Whatsapp (11) 9 8415-6913