“O que é psicoterapia corporal?”
Texto: Bruno Almeida e Felipe de Souza

Psicoterapia corporal é o nome que se popularizou para designar um conjunto de práticas psicoterapêuticas que tendem a incluir entre suas atividades a observação do corpo, trabalhos com respiração, exercícios expressivos, toques e massagens, entre outros.

Massagem facial

A psicoterapia corporal mais influente é a que se baseia na obra de Wilhelm Reich. Reich era formado em medicina, foi aluno e discípulo de Freud – um dos teóricos mais controvertidos da história da psicanálise.

Quando ainda estava junto de Freud, contribui com importantes conceitos para a psicanálise. Mas ele logo notou que apenas a fala do paciente era pouco para propiciar a cura. Com esta ideia em mente, ele começou a realizar a psicoterapia com o corpo.

Reich percebeu que o paciente não apenas dizia, mas também expressa com o corpo: o tom de voz, a respiração, as mãos, os maxilares apertados, as tensões musculares… Nada escapava à sua observação.

Na visão de Reich o corpo e alma ou corpo e psique fazem parte uma unidade.

Vou dar um exemplo simples, que vi acontecer. Uma amiga minha, muito calada, foi ao dentista para fazer certo tratamento. A anestesia não funcionou da primeira vez, nem da segunda.

O dentista tentou uma terceira vez e assim (sob o efeito de três anestesias) ela saiu do consultório do dentista totalmente diferente. Ela relaxou uma forte tensão muscular que tinha na região da boca.

E o que aconteceu?

Antes muito calada ela começou a falar muito. Teve uma catarse – como chamamos tecnicamente. Ou seja, ela começou a falar, a gritar, a chorar tudo o que estava “guardado” em sua forte tensão muscular na boca.

A psicoterapia de Reich segue esta direção – com várias técnicas corporais.

Um dos conceitos mais importantes é o de anéis de couraça. Em seu livro Análise de caráter, Reich explica: a couraça está disposta em segmentos, quero dizer que ela funciona de maneira circular, na frente, dos dois lados, atrás, isto é, como um anel.

No dicionário Aurélio couraça significa armadura e para Reich couraça é uma espécie de armadura biológica energética. Portanto, uma defesa contra os perigos do mundo externo e do mundo interno.

Reich listou sete anéis de couraça, situados na coluna vertebral do corpo humano: oral, ocular, cervical, diafragmático, abdominal, torácico e pélvico.

Com isso, podemos entender que as repressões e angústias sofridas pelo indivíduo ao longo da sua vida se refletem não só no plano psicológico, mas também no corpo e são capazes de enrijecer músculos, num processo conhecido por encouraçamento.

O objetivo da psicoterapia corporal é, então, liberar tais couraças – dando mais liberdade e movimento a todos.

Psicólogo (CRP 06/119079), Especialista em Psicanálise, Pós-graduado em RH, Palestrante e Consultor de Empresas. Visite meu site - Superando Desafios