Olá amigos!

Hoje gostaria de compartilhar as impressões que estou tendo de um livro que comprei recentemente chamado 10X: a regra que faz a diferença entre o sucesso e o fracasso, de Grant Cardone.

Eu tinha baixado uma amostra do livro no iBooks e acabei comprando porque achei muito interessante a abordagem do autor sobre produtividade e sobre motivação.

Considerações sobre o sucesso

Quando nós trabalhamos com psicologia e coaching, nós logo vemos como cada um vai estruturando os seus significados, suas crenças, seus valores. Para Cardone, o sucesso é uma obrigação ética, ou seja, temos que ser bem sucedidos não apenas para nós mesmos, mas em respeito à nossa família, comunidade e país. Pois o sucesso, não só financeiro, é positivo em todos os seus aspectos.

Tendo mais sucesso, podemos ajudar mais pessoas, podemos ter mais recursos para a saúde, para a educação e para contribuir para quem está começando ou passando por necessidades.

Por exemplo, se passarmos a pensar apenas no sucesso profissional, veremos que o que Cardone acredita tem razão de ser. Se somos profissionais bem sucedidos em nossas carreiras, teremos uma auto-estima alta, teremos bons salários, serviremos de inspiração para as pessoas que nos cercam e assim por diante.

Apesar de que nos Estados Unidos, país do autor, haver muito a questão de sucesso versus fracasso, a concepção que encontramos no livro é de uma visão não dicotômica, ou seja, se você é bem sucedido, isto não quer dizer que outra pessoa tenha que fracassar. Em outras palavras, há sucesso para todo mundo e quanto mais uma comunidade é bem sucedida mais ela cria meios e oportunidades para que seus membros possam realizar mais.

Também é curiosa a raiz etimológica da palavra sucesso: “Na Idade Média, a palavra costumava se referir à pessoa que ocupava o trono. A palavra derivou do latim succeder. Ter sucesso literalmente significa dar certo ou alcançar um objetivo ou fim desejado”.

Portanto, sucesso vem de suceder e se tornar rei. Embora todas as metáforas ligadas à monarquia estejam gastas, ainda vemos como a mídia e a propaganda valorizam os títulos de rei, rainha e as utilizam nos slogans: o rei dos pneus…

Mas o mais importante na definição de sucesso é a ideia que ser bem sucedido significa atingir os seus objetivos. E é aí que entra o livro de Cardone, ao invés de almejar objetivos pequenos, medíocres (medianos), por que você não pensa 10 vezes além do seu sonho?

O que é a regra 10 vezes mais?

Segundo Cardone, “é este o foco da Regra 10X: “você deve colocar objetivos que sejam 10 vezes maiores do que você acha que devem ser e, assim, fazer 10 vezes mais o que acha que deve ser feito para alcança-los”“.

O motivo de criar sonhos e objetivos grandiosos faz sentido porque com sonhos maiores teremos muito mais motivação para agir. Ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, de que sonhos grandes serão sementes para a frustração, um sonho alto nos dá gana e energia para superar os obstáculos e ir além.

Evidentemente, não se trata apenas de criar sonhos e expectativas e ficar no sofá vendo TV. A abordagem 10 vezes mais implica em:

– Sonhos 10 vezes maiores

– 10 vezes mais ações

O exemplo dado no livro é bastante sugestivo. Vindo da área de vendas, Cardone, possui grande experiência nessa área e ele indica para os seus vendedores a seguinte tática. Se você faz 10 ligações para clientes em um dia, passe a fazer 100.

Quer dizer, coloque em prática a regra 10 vezes mais em todas as suas ações, no seu cotidiano. Não se contente com fazer mais ou menos, deixar pela metade e culpar a situação externa pelos resultados.

Portanto, assuma o controle e passe a se responsabilizar pelas consequências. Afinal, você está aonde está hoje em virtude de suas escolhas e decisões anteriores. E você aonde você estará daqui a dez anos?

Cardone diz: “Nunca assuma a posição de que as coisas simplesmente acontecem com você. Em vez disso, elas acontecem por causa de algo que você fez ou deixou de fazer”.

Enfim, assumir a responsabilidade é sair do papel de vítima. O autor lista características desse papel:

“Existem quatro fatores consistentes na vida de uma vítima:

1)      Coisas ruins acontecem com elas;

2)      Essas coisas acontecem sempre;

3)      Elas estão sempre envolvidas;

4)      A culpa é sempre de uma outra pessoa ou coisa”.

Quatro níveis de ação

Outra concepção muito importante que encontramos no livro é sobre os quatro níveis de ação:

1)      Não fazer nada

2)      Dar um passo para trás

3)      Realizar ações de nível normal

4)      Potencializar suas ações (10 vezes mais)

De acordo com o autor, poucas pessoas estão no limite máximo de suas forças e capacidades. Muitas simplesmente não fazem nada e culpam o governo, a economia, capitalismo (ou o demônio), enquanto outras estão somente fazendo ações negativas, destrutivas e auto-destrutivas como ingestão excessiva de álcool e outras drogas.

E, ainda que uma boa parte da população, seja responsável e compromissada com o trabalho e com o bem estar de sua família, (estão no nível normal), poderiam estar em um nível de ação muitas vezes mais.

Cardone pergunta: “Seja honesto consigo mesmo: você tem mais energia e criatividade do que está colocando em prática?”

Gostaria de terminar este texto, que é uma indicação para que você supere os seus limites, com o pensamento de Roberto Shinyashiki:

Não conheço ninguém que conseguiu realizar seu sonho, sem sacrificar feriados e domingos pelo menos uma centena de vezes. O sucesso é construído à noite! Durante o dia você faz o que todos fazem. Mas, para obter um resultado diferente da maioria, você tem que ser especial. Se fizer igual a todo mundo, obterá os mesmos resultados. Não se compare à maioria, pois, infelizmente ela não é um modelo de sucesso. Se você quiser atingir uma meta especial, terá que estar no horário em que os outros estão tomando chopp com batatas fritas. Terá de planejar, enquanto os outros permanecem à frente da televisão. Terá de trabalhar enquanto os outros tomam sol à beira da piscina. A realização de um sonho depende de dedicação, há muita gente que espera que o sonho se realize por mágica, mas toda mágica é ilusão, e a ilusão não tira ninguém de onde está, em verdade a ilusão é combustível dos perdedores pois… Quem quer fazer alguma coisa, encontra um meio. Quem não quer fazer nada, encontra uma desculpa”.

Psicólogo Clínico e Online (CRP 06/145929), formado há 14 anos, Mestre (UFSJ) e Doutor (UFJF), Instrutor de Mindfulness, Coach e Presidente do Instituto Felipe de Souza. Como Professor no site Psicologia MSN venho ministrando dezenas de Cursos de Psicologia, através de textos e Vídeos em HD. Faça como centenas de alunos e aprenda psicologia através de Cursos em Vídeo e Ebooks! Loja de Vídeos e Ebooks. Você pode também agendar uma Sessão Online via Skype, Problemas de Relacionamentos ou Orientação Profissional e Coaching de Carreira , fazer o Programa de 8 Semanas de Mindfulness Online. E não se esqueça de se inscrever em nosso Canal no Youtube! e Instagram! Email - [email protected] - Agendar - Whatsapp (11) 9 8415-6913